Anúncio Publicitário

Cabeçalho Futebol NacionalO Vitória defrontou o Braga este domingo num jogo a contar para a quinta jornada do campeonato. Sem grandes alterações nos onzes iniciais, sadinos e guerreiros minhotos entraram em campo sem dar sinais de uma boa partida de futebol.

Num um jogo trapalhão e sem grande qualidade, o Braga conseguiu ser superior à equipa do Vitória, conseguindo subir mais facilmente no campo, mas sem levar verdadeiro perigo à baliza de Pedro Trigueira. Durante os primeiros 20 minutos, os minhotos estiveram por cima da partida. No momento em que a equipa da casa tentou levar perigo à baliza de Matheus, o guarda redes fez falta sobre Vasco Fernandes, o que resultou em grande penalidade para a equipa da casa, convertida por Gonçalo Paciência que não falhou à chamada. Dois minutos depois, aos 26’, o Vitória voltou a ir à baliza do Sporting de Braga e João Amaral fez o dois zero. Os dois golos de rajada deram uma emoção à partida que, até ao momento, não existia.

A primeira parte terminou como começou: jogo monótono sem grande perigo para nenhum dos lados. Os segundos 45’ começaram como uma que continuidade do feito nos primeiros.

Anúncio Publicitário

O Sporting de Braga ainda tentou diminuir a desvantagem e, quem sabe, inverter o resultado e, como tal, fez um jogo mais ofensivo, levando, por diversas vezes, verdadeiro perigo à baliza do Vitória. Por outro lado, a equipa da casa manteve o seu jogo, calmo e sem exaltações, de forma a gerir o resultado, bastante favorável.

Anúncio Publicitário