Anterior1 de 3Próximo

A partida disputada em Chaves entre a equipa da casa e o Sporting CP ditou uma vitória por três bolas a uma do conjunto verde e branco. Num final de tarde onde a equipa leonina não apresentou grandes surpresas no onze, apesar da inclusão de Luiz Phellype face à lesão já conhecida de Bas Dost, foi Bruno Fernandes quem mais uma vez guiou a equipa liderada por Keizer para um novo triunfo para o campeonato.

Na primeira-parte, o Sporting CP foi controlando o jogo, ainda que não de forma impetuosa. Realizando uma circulação com alguma qualidade, foi chegando à área adversária sobretudo pelo corredor esquerdo, onde Borja e Acuña iam chegando à linha de fundo para cruzar, ainda que sem verem os seus cruzamentos serem finalizados.

Ainda que o GD Chaves tenha provocado alguns calafrios, não foram suficientes para assustar Renan e o golo do Sporting CP surgiria aos 24′ numa excelente jogada entre Ristovski e Bruno Fernandes, onde após uma tabela bem-sucedida, o macedónio cruzou para o isolado Luiz Phellype que, sem oposição, apenas teve de encostar para o fundo da baliza. Até ao fim do primeiro tempo, o decorrer dos acontecimentos não foi muito apelativo, ainda que suficiente para manter a vantagem leonina de forma justa.

No segundo tempo, a atitude do GD Chaves veio alterada e isso permitiu que fosse avançando no terreno em busca do golo que permitisse recuperar da desvantagem que se verificava no marcador.

Apesar da expulsão de Jefferson ao minuto 51, a verdade é que os flavienses pareciam não estar em inferioridade numérica tal era a forma como chegavam com perigo à baliza de Renan. Uma bola ao poste por intermédio de Campi ao minuto 56 era um forte indício de que o golo estava para surgir, e isso aconteceu passado quatro minutos, com André Luís a finalizar após um excelente passe de Bruno Gallo para as costas da defesa do Sporting CP.

O golo de André Luís ainda deu alguma esperança aos flavienses
Fonte: Liga Portugal

Com o empate, os leões tiveram de apressar-se em garantir a vitória, e nesse intuito foi lançado Jovane Cabral, que entrou bem na partida e realizou dois remates perigosos, um contra António Filipe, outro contra Ricardo, que substituiu o primeiro devido a uma lesão no tornozelo.

Contudo, foi com um tiro certeiro e de grande qualidade que, fora de área, Bruno Fernandes colocou os verde e brancos de novo em vantagem, após um excelente passe de Acuña. Com o golo a acontecer ao minuto 80, o GD Chaves já não conseguiu ter nenhum lance digno de registo que ameaçasse de novo a baliza de Renan.

Mesmo com a expulsão de Ristovski, que fez com que ambas as equipas contassem com dez elementos, foi o Sporting CP quem acabou por marcar de novo, desta vez por intermédio de Luiz Phellype após passe de Jovane Cabral, naquele que foi o último lance dos leões na partida.

Com esta vitória, o Sporting CP ascendeu ao terceiro lugar devido à derrota do SC Braga frente ao FC Porto, encontrando-se neste momento a oito pontos quer de primeiro, quer do segundo classificado. Já o GD Chaves continua em 17º, com 24 pontos.

ONZES INICIAIS E SUBSTITUIÇÕES

GD Chaves – António Filipe (GR) (Ricardo, 74’), Paulinho, Maras, Campi, Luís Martins, Rúben Macedo (Luther Singh, 59’), Jefferson, Bruno Gallo, Bressan, André Luís (Niltinho 85’), William

Sporting CP – Renan (GR), Ristovski, Coates, Mathieu, Borja (Jovane Cabral, 73’), Gudelj (Doumbia, 66’), Wendel, Bruno Fernandes, Raphinha (Bruno Gaspar, 94’), Acuña, Luiz Phellype

Anterior1 de 3Próximo

Comentários