Estrela da Amadora 0-0 CD Tondela: Reinou a ineficácia

    Estrela mantém 2.º lugar e Tondela mantém estatuto de equipa de meio da tabela.

    O sonho da primeira divisão comandou a vida do Estrela desde início, que com atitude tomou as rédeas do jogo e ameaçou a baliza dos beirões.

    A primeira parte foi muito combativa e com os nervos à flor da pele – Tozé Marreco, treinador do Tondela, foi expulso aos 19 minutos.

    As duas equipas ousavam arriscar, mas o empate ao intervalo justificava-se, dado o deserto de oportunidades de golo.

    De esperanças renovadas vieram tricolores e tondelenses do balneário, protagonizando por isso um jogo partido e com boas jogadas de parte-a-parte.

    A ineficácia, no entanto, falava mais alto. O Tondela progredia bem no terreno, mas teimava em não acertar com a baliza. Já o Estrela foi mais incisivo, tendo Kikas rematado ao poste.

    Até final, o Estrela obrigou o Tondela a defender afincadamente a sua baliza, mas o desejo de fazer as redes balançar não se materializou. Deste modo, as equipas que mais empatam na Liga 2 reforçaram esse mesmo estatuto.

    Agora, os tricolores têm mais três pontos do que Académico de Viseu e Farense. Já o Tondela permanece no 10º lugar.

    A FIGURA

    Telmo Arcanjo (CD Tondela): Num jogo sem golos e, a espaços, sem espetacularidade, o médio cabo-verdiano destacou-se pelas suas movimentações inteligentes e entrega ao jogo. Quase marcou num remate perigoso aos 72 minutos.

    O FORA DE JOGO

    Ineficácia do Estrela: Apesar da boa exibição do Tondela, o Estrela foi a equipa mais perigosa; tinha marcado em 12 dos últimos 13 jogos, só que o desacerto com a baliza de Niasse foi gritante e fulcral para os tricolores não conquistarem os três pontos.

    BnR NA CONFERÊNCIA DE IMPRENSA

    Estrela da Amadora

    BnR: Sobre a entrada de Régis em jogo, aquando da saída de Ronald na primeira parte, a partir daí, no ataque, todo o flanco direito era do Jean e Régis e João Reis estavam mais no corredor esquerdo; essa aposta teve os resultados que pretendia na forma de jogar da equipa?

    Sérgio Vieira: O que pretendemos dos nossos extremos é comum a todos, nós perspetivamos a evolução do seu potencial, transformar potencial em qualidade. O Régis, o Capita, o Ronald, todos eles têm uma margem de crescimento muito grande e o que o Ronald faz, o Régis pode fazer também – estão num nível igual de maturação e crescimento.

    [Régis] é um jogador que tanto joga em espaços exteriores como interiores, tanto recebe entrelinhas como ataca a profundidade (já fez golos assim). Mas os adversários e os espaços concedidos não são sempre os mesmos.

    Sabemos que há particularidades individuais e nós sabemos que não podemos pedir exatamente o mesmo a cada um, mas a ideia geral é a mesma. Em alguns momentos o Régis não tomou as melhores decisões, mas é o processo. Não se vai exigir que, sete meses depois de jogar a Liga 3, venha cá e seja um jogador de Real Madrid ou de Barcelona.

    O Rafa que nós vemos no Benfica, quando chegou ao Braga vinha da II Liga, por exemplo, tive a oportunidade de trabalhar com ele, teve vários anos de Braga e não foi ao fim de sete meses que se tornou perfeito. Eu acho que o potencial que o Régis tem pode ser muito positivo para a vida dela.

    CD Tondela

    BnR: Deu sensação que o Tondela, com um pouco mais de acerto, poderia ter saído daqui com a vitória; pergunto-lhe se, por isso, ficou insatisfeito com a exibição da sua equipa ou se o empate o satisfez?

    Tozé Marreco: Eu tenho uma premissa simples: quando a rapaziada trabalha e se entrega desta forma, não posso ficar chateado. Os jogadores acabaram cansadíssimos, como acabaram três ou quatro jogadores do Estrela (ver o jogo na televisão dá-nos outros pormenores), porque foi um jogo muito intenso.

    O plano de jogo e a estratégia de jogo foram cumpridos, agora o sermos mais eficazes é que podia acontecer, mas eu não me vou queixar disso, temos é que melhorar isso.

    É lógico que podíamos ter saído com os três pontos com mais eficácia, mas aceito o ponto, tendo em conta o campeonato que é, o ponto vai ficando cada vez mais caro. Como nós temos outro tipo de objetivos, os pontos são todos bem-vindos.

    - Advertisement -

    Subscreve!

    Artigos Populares

    Suíça derrota Hungria no Euro 2024

    A Suíça venceu a Hungria por três bolas a...

    Henrique Araújo soma mais um interessado na Primeira Liga

    Henrique Araújo deverá ser novamente cedido pelo Benfica no...

    Rúben Vinagre pode sair do Sporting e já existem negociações

    Rúben Vinagre ainda tem contrato com o Sporting e...

    FC Porto com concorrência de Champions League por Juan Miranda

    O FC Porto pode avançar para a contratação de...

    A curiosa ‘provocação’ dos adeptos da Suíça à Hungria

    A Suíça e a Hungria enfrentam-se na tarde deste...
    Afonso Viana Santos
    Afonso Viana Santoshttp://www.bolanarede.pt
    Desde pequeno que o desporto faz parte da sua vida. Adora as táticas envolvidas no futebol europeu e americano e também é apaixonado por wrestling.