Cabeçalho Futebol Nacional

Esta tarde, em Alcochete, jogou-se o derby dos B’s. Sporting B recebia o Benfica B numa tarde solarenga na margem Sul do Tejo. Duas equipas em contextos muito distintos: o Sporting B estava em 14.º com 6 pontos de avanço do play-off de despromoção; o Benfica B em 3.º lugar a 10 pontos do já promovido Desportivo das Aves, e igualdade pontual com o Penafiel. No entanto, um derby é sempre um derby e não existem favoritos em jogos destes.

O jogo começou com dois A’s em campo, um de cada lado. Do lado leonino, André Geraldes, resgatado ao Vitória de Setúbal em Janeiro, e do lado encarnado, Marcelo Hermes, também contratação de inverno.

Anúncio Publicitário

Os primeiros 10 minutos foram bastante divididos entre as duas equipas da capital portuguesa, mas sem grandes destaques antes de chegar a esse minuto. Só aí é que Leonardo Ruiz cabeceou ligeiramente ao lado da baliza e inaugurou os lances de perigo. Seguiram-se uns 10 minutos de superioridade verde e branca que culminaram no primeiro golo da partida. Um grande passe de Pedro Delgado para Gelson Dala bater o guardião das águias sem dificuldade. Foi o 12.º golo do angolano que só precisou de 16 jogos para chegar a este número.

O Benfica B tentou reagir à inferioridade no marcador e começou a pressionar alto, levando a uma boa reação dos encarnados. Contudo, quem fazia perigo era o Sporting B, novamente por Leonardo Ruiz, que chegava atrasado ao centro de Gelson Dala. Os leões continuavam a pressionar e a ter a superioridade em Alcochete, investindo em remates, mas sempre sem conseguir chegar ao destino com o sucesso pretendido.

O Benfica começava a reagir às investidas da equipa da casa e equilibrava a balança do jogo. Pedro Rodrigues era quem comandava a tropa de vermelho e branco, mas não foi ele quem repôs a igualdade, mas sim o jovem de 18 anos, Zé Gomes. Pedro Delgado erra, Hermes aproveita e oferece o lance ao jovem português que faz um chapéu por cima de Pedro Silva. Um empate mesmo antes do intervalo levava as equipas ao balneário com tudo na mesma.

A segunda parte começou como a primeira. Equilíbrio na partida, com ambas a parte a disputar as jogadas, mas sem grande perigo de destaque nos primeiros 10 minutos. Novamente, a partir dessa marca, o jogo reaqueceu. Primeiro Fidel Escobar pelo Sporting B, depois Heriberto pelo Benfica B, no entanto, ambos a rematar para fora.

Zé Gomes bisou na partida frente ao Sporting CP Fonte: UEFA
Zé Gomes bisou na partida frente ao Sporting CP
Fonte: UEFA

O Sporting B retomou as rédeas do jogo, sempre superior nos 10 minutos a metade das duas partes do jogo, e, novamente por Leonardo Ruiz, o Sporting B repôs a vantagem. Um lance de muita insistência e falta de afirmação da defesa encarnada, levou a que a bola ressaltasse várias vezes junto à área e a que as águias se sufocassem com as investidas dos jogadores leoninos que acabavam sempre por ficar com a bola nos ressaltos. Depois de muito insistir, a bola entrou e o Sporting B retomava a dianteira do marcador.

O Benfica B acusou o golo, baixando um pouco, e o Sporting B ganhou entusiasmo nos primeiros minutos depois de marcar o segundo. Tudo isto antes dos encarnados baterem com o pé e voltaram a equilibrar, quer o jogo, quer o resultado. Gedson Fernandes centrou para a área, a defesa verde e branca falhou em aliviar e Zé Gomes, também de novo, aproveitou a bola a saltitar para rematar e fazer o empate. O jovem português conta com sete golos na prova, com apenas 18 anos de idade.

Agora o contrário aconteceu, Benfica B a ganhar entusiasmo e Sporting B a acusar o empate. Até ao final do jogo, contudo, a partida manteve-se dividida com ambas as equipas com a mesma probabilidade de fazer o golo da vitória, mas a probabilidade ainda maior para o empate se manter. As forças foram abaixo e o jogo perdeu intensidade. As duas equipas pareciam estar satisfeitas com o resultado que se manteve inalterado até ao fim dos 90 minutos.

Já na compensação, Luquinhas levou amarelo por falta sobre Gelson Dala que implicou livre para os leões mesmo a fechar a partida. O livre foi direto à baliza, mas André Ferreira, embora apertado, defendeu o remate perigoso. Na sequência do último lance do jogo, Leonardo Ruiz podia ter feito o terceiro, mas cabeceou por cima.

O final do derby das equipas B dos dois grandes de Lisboa, ditou um empate justo e que serve a ambas as equipas nesta altura do campeonato.

Foto de Capa: SL Benfica