Anterior1 de 4Próximo

Cabeçalho Futebol Nacional

Numa bela tarde de sol, o Estádio de São Miguel acolhia mais um jogo para a Ledman Liga Pro, com as bancadas bem compostas. De volta a casa, o Santa Clara defrontava o Sporting B, equipa em clara ascensão na tabela classificativa com quatro vitórias nos últimos cinco jogos.

Era assim o terceiro jogo consecutivo que o Santa Clara defrontava, na condição de visitado, uma equipa B, depois de já ter recebido Benfica e Braga B nas últimas partidas.  Os encarnados dos Açores pretendiam voltar à senda das vitórias depois de duas derrotas fora e contaram com o apoio dos seus adeptos para chegar a esse objetivo.

O jogo começou praticamente com o Santa Clara a marcar. Logo aos cinco minutos, após uma recuperação de bola no meio-campo adversário, os encarnados desenham um bom lance coletivo que Pineda viria a concretizar, num movimento típico de ponta de lança, ganhando as costas da defesa leonina.

Nos minutos seguintes, a equipa leonina tentou responder ao golo madrugador mas sempre sem conseguir encontrar o melhor caminho para a baliza de Serginho. A equipa do Sporting ia conseguindo ter mais bola mas sem causar grande perigo, perante um Santa Clara mais experiente, a dar a iniciativa de jogo, de forma propositada, aos jovens leões.

pineda
Pineda marcou o primeiro golo da partida
Fonte: Culebrita Macheteada

 

 

Depois de um período de maior fulgor leonino, o jogo ficou novamente equilibrado a meio-campo com o Santa Clara a voltar a ter mais posse de bola e a estar mais perto da baliza dos leões, embora sem criar grandes lances de perigo. Perto dos minutos finais da primeira parte, vivia-se um período de indefinição.

As equipas procuravam ter bola mas iam acumulando muitos erros tornando o jogo mais lento e mais “mastigado” no meio-campo. Até final da primeira-parte não surgiram grandes oportunidades de perigo, com os encarnados a conseguirem ir para os balneários a vencer.

Na segunda parte, o jogo começou com o Santa Clara a pressionar mais os leões, tentando chegar ao segundo golo na partida. Já o Sporting, não conseguia ligar o seu jogo e ia tendo muitas dificuldades na construção de jogo. O Santa Clara era mais agressivo na disputa da bola e com isso recuperava muitas vezes a bola no meio-campo adversário. Os minutos iam passando e o jogo continuava morno com os insulares a dominar a partida e a não conceder grandes chances aos leões que se limitavam a atirar bolas para a área dos encarnados.

Quando o jogo entrava numa fase decisiva, os leões começaram a mandar no jogo, encostando o Santa Clara à sua área que nesta altura tentava jogar, sobretudo, através de transições rápidas. Gauld liderava o meio-campo leonino, tentando trazer alguma criatividade ao jogo mas os leões falhavam no último passe. Faltava algum esclarecimento no jogo dos leões e o Santa Clara era quem aproveitava lançando vários contra-ataques perigosos.

Numa fase em que o jogo parecia estar resolvido, na sequência de um lance de bola parada, o Sporting ia chegar ao empate.  Ivanildo Fernandes foi o autor do golo que empatava a partida. Até final da partida, o Santa Clara ainda fez um forcing para chegar à vitória mas o jogo viria a acabar num empate, deixando os encarnados cada vez mais longe da subida e o Sporting mais tranquilo na tabela classificativa.

Anterior1 de 4Próximo

Comentários