Anterior1 de 4Próximo

Cabeçalho Futebol NacionalNuma tarde de domingo cinzenta, o Santa Clara recebeu o já “condenado” Olhanense, tentando regressar às vitórias, depois da recente derrota em Penafiel no último fim de semana. Já o clube de Olhão, que já sabe que vai disputar o CNS na próxima temporada, tentava pontuar em S.Miguel, tentando nestes jogos, eliminar a imagem negativa que tem deixado esta temporada, procurando amealhar duas vitórias consecutivas no campeonato.

O jogo começou com com o Santa Clara a querer mandar na partida e a ter mais bola, contra um Olhanense que tentava sair rápido em contra-ataque. Aos dez minutos de jogo surge a primeira grande oportunidade para o Olhanense, Vitor Alves falha um passe mas a equipa de Olhão não aproveitou a oportunidade, falhando na cara de Serginho. O jogo disputava-se a um ritmo muito morno por esta altura. O Santa Clara tentava controlar a partida mas falhava muitos passes, não conseguindo chegar perto da baliza de Rodolfo, com perigo. Já o Olhanense, quando tinha bola, tentava chegar rápido perto da baliza de Serginho, embora sem perigo, falhando principalmente na definição dos lances.

Só aos 26 minutos é que surge o primeiro lance de perigo do Santa Clara, com Clemente a chutar por cima. Nesta altura, jogava-se sobretudo com o físico com as duas equipas a disputar muitos lances no meio-campo. Enquanto isso, e para dificultar um espetáculo que já de si estava a ser pobre, veio a chuva, que tornou o terreno de jogo mais pesado para os jogadores. O facto do terreno de jogo estar mais escorregadio também provocou algumas lesões em jogadores do Olhanense e do Santa Clara, obrigando a várias entradas das equipas médicas. Depois das várias entradas, o Santa Clara voltou a assumir o jogo tentando chegar ao golo.

Fonte: CD Santa Clara
Fonte: CD Santa Clara

Aos 44 minutos de jogo, o Santa Clara tem a melhor oportunidade da primeira parte. Na sequência de um canto, a bola é desviada para o poste da baliza de Rodolfo, faz uma “carambola” contra um homem da equipa algarvia, e milagrosamente não entra. Até final da primeira parte não surgiu mais nenhuma oportunidade de perigo.

A segunda parte começou, ao contrário da primeira, com sol. Esperava-se também que a partida fosse menos cinzenta, com um futebol mais agradável, com golos, pelo menos. Logo ao quinto minuto de jogo, num lance caricato, na sequência de um canto, Clemente marca de cabeça,  colocando o Santa Clara em vantagem. Depois do golo, o Santa Clara, conseguiu controlar ainda mais a partida, empurrando a equipa de Olhão para a sua defesa. Aos dez minutos de jogo, na sequência de uma grande penalidade, a equipa da casa conseguia chegar ao segundo golo na partida, tranquilizando ainda mais os seus adeptos.

A equipa algarvia tentava responder aos golos de rajada da equipa da casa, subindo no terreno, mas não conseguiam assustar a defensiva da casa. O Santa Clara ia respondendo bem e na sequência de mais uma jogada coletiva, consegue chegar ao terceiro golo, de novo por Clemente, golo este que viria a sentenciar a partida.  A partida depois mostrou um Santa Clara a querer mandar na partida, a ter mais bola e uma equipa da Olhanense que se limitava a deixar o tempo passar, convencida que não poderia alcançar mais nada nesta partida. Até final da partida, o Santa Clara ainda teve algumas oportunidades mas não conseguiu concretizar nenhuma, com o jogo a acabar com os 3-0.

Anterior1 de 4Próximo

Comentários