Deparei-me esta semana com o muito provável regresso de empréstimo de Francisco Geraldes. Notícias lançadas apontavam para a probabilidade do regresso em janeiro com revisão contratual. Comecei então a pensar no que poderia significar essa vinda para o plantel e para a forma de jogar do Sporting CP.

Pois bem, ainda me está na retina a época passada do jovem médio ao serviço do Rio Ave. A sua qualidade foi sendo demonstrada ao longo da temporada, com passes e assistências só ao alcance de jogadores com uma qualidade técnica e visão de jogo acima da média. Há muito que o potencial de Geraldes é conhecido. Contudo, parece tardar a afirmar-se como uma certeza no futebol sénior ao serviço do emblema leonino.

Deste modo, tenho algumas considerações a fazer quanto ao que o médio virtuoso pode vir a acrescentar. Pelo que vi no jogo frente ao Lusitano, para a Taça, e segundo o que se conhece de Keizer, penso que o Sporting CP, daqui para a frente, irá implementar um jogo de posse apoiado, com muito jogo interior (Wendel foi o espelho disso) e a procura de passes em zonas de área reduzida. Pois bem, é aqui que penso que Francisco Geraldes pode fazer a diferença. O médio tem as características ideais para emergir neste tipo de jogo. Não digo que será um titular de caras, muito pelo contrário. Tem a desvantagem de vir apenas a meio da época e sem ter realizado qualquer jogo, até ao momento, na Alemanha. Ainda assim, se as oportunidades surgirem, estou certo que o médio poderá ter ao seu alcance o momento certo para iniciar a sua afirmação no plantel sénior. Passe, visão de jogo, remate e o facto de jogar com os dois pés são indicadores que demonstram exatamente o que escrevi até agora.

O jogador chegou a estar presente na pré-época
Fonte: Sporting CP

Reconheço que Geraldes é um jogador em quem deposito algumas esperanças. Para além da sua qualidade dentro de relvado, revela-se também muito interessado fora dele. Pode-se constatar a sua cultura com os livros que lê, as músicas que ouve ou mesmo as palestras que por vezes assiste e coloca nas suas redes sociais. É, de facto, um jogador diferente para melhor e que pode ser aproveitado pela comunicação do Sporting para atrair os adeptos.

Anúncio Publicitário

Concluindo, Francisco Geraldes constitui um jogador que pode ser positivo para o clube em vários panoramas. O facto de ser formado em Alcochete, que faz com que os adeptos sintam carinho por ele; ser um jogador jovem com muita qualidade e que tem potencial para atingir níveis de excelência ao serviço do Sporting CP; o seu papel fora de campo, que pode ser aproveitado por quem gere as redes sociais do emblema verde e branco. Deste modo, resta-nos esperar por janeiro. O jogador será bem-vindo.

Foto de Capa: Sporting CP

artigo revisto por: Ana Ferreira