Luís Maximiano é uma das especulações provenientes do Sporting CP para a saída e, segundo os órgãos de comunicação social, existem vários pretendentes que querem contar com os serviços do atleta formado em Alcochete. Desde que o mercado de transferências abriu, ouvem-se poucos rumores de possíveis transferências tanto para entradas, como para saídas, nos lados de Alcochete.

O que tem sido ventilado é que a Udinese é a principal interessada em contratar Luís Maximiano, após a venda do seu guarda-redes titular, Musso, para a Atalanta, a troco de 20 milhões de Euros. Também já foi noticiado que o clube da cidade italiana de Udine apresentou uma proposta aos responsáveis do clube leonino, a rondar os cinco milhões.

A meu ver, um valor baixo tendo em conta não só a inflação do mercado de transferências nos dias de hoje, como também a qualidade do jogador, o seu potencial e tudo a aquilo que Max já fez ao serviço do clube como: conquistas e jogos disputados, chegando mesmo a ser titular da baliza durante um período de tempo, mais concretamente na temporada 2019/2020, após roubar a titularidade ao guarda-redes então titular na altura: Renan Ribeiro. O mesmo ainda está nas “fileiras” do clube só que, nesta temporada, o atleta brasileiro não disputou qualquer minuto ao serviço dos verdes e brancos.

Obviamente, que a entrada do guarda-redes António Adán levou a que Max ficasse “tapado” pelo mesmo já que o atleta espanhol traz mais segurança e experiência à equipa: prova disso foi o seu papel fulcral nesta época, sendo uma das figuras chave do Sporting CP para a conquista do título. Com a concorrência de Adán, Max ficou mais tempo no “banco” do que propriamente a jogar.

Anúncio Publicitário
Luís Maximiano estreou-se no campeonato 2020/2021 frente ao CD Nacional
Fonte: Carlos Silva/Bola na Rede

Os motivos para a saída de Luís Maximiano podem ser vários: melhor salário e o querer experimentar uma liga mais competitiva como a italiana, por exemplo. Contudo, acredito que poderá ditar a saída de Luís Maximiano do Sporting CP seja mesmo o querer jogar mais minutos, já que nesta época, Adán parte novamente à frente do jovem guardião.

Caso Luís Maximiano saia do Sporting CP, o clube leonino já tem jogadores na agenda para poder substituir o jovem guarda-redes português na sombra do experiente Adán: Samuel Portugal, do Portimonense SC, e Luiz Júnior, do FC Famalicão, já foram especulados como alvos do Sporting CP se a transferência de Max se concretizar.

Com este cenário, mesmo que Luís Maximiano fique mais uma época na “sombra”, acredito que o mesmo continuará a representar o Sporting CP para a próxima temporada, porque é visto num futuro muito próximo como o guardião do clube devido à sua idade “ainda” bastante jovem para o “mundo do futebol” e por adquirir a paciência para poder cimentar o seu lugar no clube.

Não nos podemos esquecer que Adán já não vai para novo, mesmo que as carreiras dos guarda-redes possam ser “alargadas”: o guardião mais época, menos época, entrará em decadência e já não terá as mesmas condições para puder desempenhar as suas funções com a mesma qualidade. E, nesse momento, Luís Maximiano será o sucessor ideal do lugar do jogador espanhol.

Mesmo achando que dificilmente Luís Maximiano saia do clube, temos de observar duas perspetivas bastante distintas em que neste momento o jovem poderá estar a pensar. Num lado, temos a opção em que o mesmo iria “arriscar” menos, que era ficar no clube, onde é muito querido, sabendo que num futuro próximo iria ser titular, mas requeria muita paciência e perseverança; ou arriscaria e iria para uma liga mais competitiva, começar do zero, facto que requeria uma adaptação a uma nova realidade – muito provavelmente iria ser titular com uma maior facilidade – o que ajudaria ao crescimento mais rápido enquanto jogador.

Uma decisão muito importante na vida de um jogador, mas só uma pessoa que pode decidir o futuro de Luís Maximiano: ele próprio.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome