porta

Confirmada a contratação de Jorge Jesus, este texto tem assim por base algumas certezas que me despertam sentimentos mistos.

Primeiro ponto – e para mim o que mais me custa abordar neste momento –, a dispensa de Marco Silva. É certo que não sabemos tudo o que se passou ao longo da época, e não considero o agora ex-treinador leonino um anjo, inocente de culpa. Ainda assim, os motivos que surgem a público são manifestamente curtos para rescindir com um treinador que teve uma das melhores prestações à frente do clube na última década. Já esmiucei antes o trabalho de MS no Sporting, e até comentei a relação entre o mesmo e a direcção, sendo que o que mais me aflige e desilude é o momento em que toda esta situação se processa, parecendo que esta “nota de culpa” é apenas o pretexto encontrado para colocar JJ no Sporting. Um clube como o Sporting, com os valores que o mesmo tem, deveria e poderia ter tido uma melhor postura neste processo, mais que não fosse apresentar argumentos válidos para sustentar esta decisão, porque a questão da indumentária num jogo da Taça é absolutamente rídicula.

Posto isto, digo que me sinto de consciência tranquila para falar sobre este assunto. Uma vez que apoiei e votei em Bruno de Carvalho nas eleições de 2011 e 2013, afirmo que voltarei a fazê-lo no futuro e explico o porquê: não é por um erro de gestão e postura – embora grave – que minimizarei o bom trabalho que BdC está a fazer no Sporting Clube de Portugal.

A quem neste momento diz que vai deixar de apoiar o clube devido a esta situação pergunto porque é que não o fez enquanto uma certa e determinada corja roubava e destruia o património do clube durante décadas? Será porque era tudo feito às escondidas e ninguém queria ver? Será porque nessa altura a Comunicação Social não se importava de denegrir a imagem dos verdadeiros criminosos, como agora faz diariamente? Quem diz que BdC é um infiltrado a destruir o bom nome do Sporting tem visto a recuperação financeira do clube após anos de gestão danosa por parte dos verdadeiros “infiltrados croquetes”? A vida não é preta ou branca, toda a gente tem um pouco de cinzento no seu ser, e BdC não é excepção.

Obrigado, Marco! Fonte: Facebook Oficial do Sporting  Clube de Portugal
Obrigado, Marco!
Fonte: Facebook Oficial do Sporting Clube de Portugal

Compreendo que, tal como a mim, custe a muita gente ver sair um bom treinador. E alguém que realizou um bom trabalho sair pela porta pequena, sem mérito nem crédito, não é de todo uma situação que exemplifique a grandeza leonina. Mas também tenho que ver o outro lado da moeda. Será que estou a ser justo para alguém que impediu o Sporting de fechar as portas, que trouxe as vitórias às modalidades, que tirou o Sporting do sétimo lugar e o colocou na Liga dos Campeões, que cumpriu a promessa do pavilhão? Quem apoia cegamente MS não está a ser ingrato para alguém que já fez um muito melhor trabalho?

Falando sobre Jorge Jesus, e a sua contratação para técnico leonino, tenho muito medo desta aposta. Não sei se JJ é a melhor solução, uma vez que, em termos de filosofia, aposta nas camadas jovens e até a própria personalidade pode criar atritos no futuro. Para o treinador português ter sucesso, terá que mudar um pouco a sua maneira de trabalhar, porque o Sporting terá que ser sempre um clube formador. Faz parte de quem somos e ninguém pode alterar isso, nem mesmo Jesus.  Mas o meu maior medo prende-se com o feitio de JJ e de BdC, uma vez que, na minha opinião, tem tudo para ser uma relação de amor perfeito ou de ódio de morte. Algo que só saberemos aquando da primeira quezília entre os dois, o que, sinceramente, espero que aconteça num futuro muito distante.

Por fim, queria fazer algo que raramente faço – escrever um pouco para benfiquistas. Não faz parte da minha maneira de ser, gostar de comprar guerras ou espetar farpas nos meus vizinhos, mas esta última semana tem vindo a dar-me um certo gozo, confesso. Este gozo é resultado do facto de ter visto durante seis anos o endeusamento de Jesus (ironia religiosa talvez), desde fotos de facebook a posts que dizem que JJ é o “Deus da táctica” e o melhor treinador português, para agora JJ ser um treinador para um Algarve United ou para o Orvalho.

A todos esses benfiquistas, que durante seis anos  vangloriaram o técnico da Amadora, queria perguntar quem são vocês para falar sobre ingratidão? A quem afirma que MS foi um senhor e mal tratado em Alvalade já ouviram as palavras de LFV e leram o comunicado de JJ?  A quem diz que o Sporting tem dinheiro “sujo” angolano conhecem Isabel dos Santos?  A quem se espanta com o dinheiro dos leões pergunto: Será que tiveram atenção aos últimos Relatórios Oficiais de Contas dos três grandes?

Há muitas coisas que se explica quando se tem um raciocínio maior do que  a dor num cotovelo, ou uma mente mais aberta do que aqueles que só veem tudo de uma cor (seja ela verde ou vermelha).

Confirmada a vinda de Jesus, só tenho que lhe pedir para fazer o bom trabalho que fez no clube rival, mas sem nunca esquecer que, tal como aconteceu no clube da luz, quando chegar o dia da sua partida, o Sporting seguirá sem ele, continuando a ser a maior potência desportiva nacional.

Comentários