porta

Falando sem rodeios, muitas vezes te critiquei, insultei a tua dureza de rins ou a tua falta de finesse; no entanto sei que deste sempre o máximo, que te orgulhas de cada vez que vestiste o manto sagrado e que apesar do pouco tempo em Alvalade aprendeste a gostar deste clube, deste nosso amor.

Apesar do início de sonho, com o golo frente ao Arouca, sempre foram visíveis as tuas falhas, algumas delas escondidas e ofuscadas pelo teu parceiro Rojo. Claramente não és – e lamento, mas não serás – um central de topo, o central ideal para as ambições do “nosso” Sporting. Mas tenho que te gabar a dedicação que punhas em cada lance, a coragem  em cada um dos golpes que te punha a sangrar mas que, ainda assim, continuavas em campo e a dar tudo para receberes um aplauso da “torcida”.

Este ano tudo mudou, o teu parceiro rumou a Inglaterra e de repente ficaste como o patrão da defesa, a referência e a voz de comando e tudo mudou. Não tens culpa das estranhas apostas no Naby Sarr’s desta vida, mas nunca foste o pilar que te era exigido. Antes pelo contrário, cada vez mais ficavam a nu as tuas carências fisícas e técnicas.

Fonte: Facebook Oficial do Sporting Clube de Portugal.
Fonte: Facebook Oficial do Sporting Clube de Portugal.

No fundo, durante este ano e meio de leão ao peito viveste se calhar a tua melhor época até ao momento, mas de seguida talvez tenhas vivido a pior, até ao ponto de ser uma questão de tempo até perderes o teu lugar para o talentoso e jovem Tobias. E assim chegou a hora de dizer “Adeus”. Quem me conhece sabe o quanto odeio esta palavra, a palavra mais injusta, bruta e triste que existe; mas creio que neste caso se aplica à situação. Fico agradecido com tudo o que deste, batalhaste e viveste em 18 meses de Sporting, mas estava na altura de a nossa relação terminar, de cada um procurar um novo amor.

Desejo-te toda a sorte do mundo em Roma, tudo o que mereces em troca da enormidade do que dás e que nos leves sempre no coração. Somos Sporting.

Foto de Capa: Facebook Oficial do Sporting Clube de Portugal

Comentários