Na passada quarta-feira, a equipa de andebol do Sporting conheceu o sabor amargo da derrota. Foi em terras maiatas diante do ADA Maia – ISMAI que os bicampeões nacionais perderam por uns impressionantes 26-25. Estive no pavilhão e vi uma formação leonina apática e muito perdulária nas alturas de finalização. Apesar da derrota foi uma boa ocasião para observar ao vivo o desempenho de alguns reforços da equipa de Hugo Canela para esta época.

O ponta-direita Fábio Chiuffa parece ser um jogador mais dotado para o espetáculo do que para a eficácia e execução do remate. A sua contratação visou fazer esquecer o internacional português Pedro Portela que rumou para terras gaulesas para representar o Tremblay. Mas a tarefa não tem sido fácil para o internacional brasileiro. Apesar da experiência que Chiuffa apresenta, nomeadamente no campeonato espanhol ao serviço do Ciudad de Logroño, o que é facto é que tem vindo a perder rendimento de jogo para jogo.

Já o pivot Luís Frade (ex-Águas Santas) parece ser um jogador bastante eficaz, apesar de no jogo contra o ADA Maia-ISMAI estar aquém daquilo que tem mostrado noutras partidas. Mário Oliveira, ex-companheiro de Frade na formação maiata, não poupa elogios ao jogador sportinguista: “Estamos a falar do melhor pivot do mundo da sua idade, por isso as qualidades são muitas”. Como principal característica de Frade, Oliveira destaca as qualidades mentais do jogador: “Destaco a sua capacidade mental, onde ele é muito forte, e foi o que lhe permitiu jogar nos seniores (do Águas Santas) a um excelente nível desde os 16 anos”. Um outro reforço de Hugo Canela para esta temporada é o lateral direito bósnio Neven Stjepanovic. Atuava no Catar e parece ser um jogador com excelentes argumentos físicos (tem 1,97 m de altura) o que impõem respeito aos adversários, principalmente nos momentos defensivos.

Anúncio Publicitário
Valentin Ghionea tem sido um dos destaques da formação sportinguista. Será certamente um reforço importante para que os Leões consigam o tricampeonato nacional
Fonte: Sporting CP

Mas, do meu ponto de vista, o melhor reforço é o romeno Valentin Ghionea que atuava, na época transata, nos polacos do Wisla Plock. No jogo contra o ADA Maia, apesar da derrota da sua equipa, esteve ao seu melhor nível, apresentando excelentes índices de concentração nos momentos defensivos e elevada potência física nas alturas de finalização atacante. Estas suas qualidades já foram evidenciadas noutros encontros, com destaque para o jogo frente aos rivais do SL Benfica onde a formação verde e branca ganhou por 24-23. O jornal O Jogo destacou, na sua edição de 4 de outubro (dia após o jogo contra o SLB), o jogador romeno dos leões como o destaque do encontro: “O ponta-direita romeno dos leões foi, mais uma vez, crucial na reação da equipa a um resultado adverso. Mais confiante, depois da grande atuação frente ao Silkeborg, para a Champions, Ghionea foi eficaz frente ao Benfica, apontando oito golos”.

Mais uma vez o Sporting reforçou-se muito bem para esta temporada. Mas resta saber se a qualidade “galática” do seu plantel tem correspondência em campo. Vamos todos acreditar que o que se passou no Pavilhão Municipal da Maia foi um mero despiste de percurso. Agora que o Leão se levantou novamente e lambeu as feridas deve prosseguir o seu caminho tendo como foco principal a conquista do tricampeonato nacional.

Foto de Capa: Sporting CP

artigo revisto por: Ana Ferreira