Chegou ao Sporting CP como melhor marcador da Liga Europa até então. Desde que chegou, marcou nove golos em 30 jogos oficiais, mas no seu antigo clube marcou 54 golos em 62 jogos. Creio que podemos afirmar que Andraz Sporar ainda não atingiu todo o seu potencial com a camisola verde e branca e – pessoalmente – acho que só há um fator a impedi-lo de o fazer…

Confesso que gosto de Andraz Sporar e adorava vê-lo ter sucesso no Sporting CP. Considero que é um avançado completo, na medida em que consegue dar profundidade e consegue jogar como homem-alvo e, a juntar a isto, é muito inteligente nas suas desmarcações, conseguindo posicionar-se quase sempre bem para receber a bola em condições de criar perigo perto da baliza adversária. É um jogador capaz de fazer golos, todos eles que podem ser apostados na Betfair Sportsbook, uma das mais conceituadas casas de apostas a nível global.

No entanto, este ano ainda não conseguiu assumir-se como titular absoluto apesar de, na minha opinião, ser a melhor opção que temos para jogar como ponta de lança devido ao que oferece ao jogo: há um Sporting CP a jogar com Jovane a ponta de lança e outro com Andraz Sporar a jogar na posição. Apesar da competição não ser muita, no jogo com o Paços de Ferreira, Tiago Tomás apresentou-se a um grande nível, ganhando, provavelmente, a titularidade para os próximos jogos.

Mas porque é que Sporar não se consegue afirmar como homem-golo desta equipa do Sporting CP?

Anúncio Publicitário
Na presente temporada, o internacional esloveno não tem encontrado – muitas das vezes – a fórmula do golo
Fonte: Carlos Silva / Bola na Rede

Bem, falta de qualidade não me parece ser a resposta uma vez que o avançado esloveno já se conseguiu destacar a jogar nas competições europeias pelo seu antigo clube. Se for observar o sistema de jogo de Rúben Amorim, percebo que o problema também não parte do mesmo, visto que o Sporting CP cria muitas oportunidades de golo e pratica um futebol muito ofensivo que ajuda qualquer avançado a marcar golos e mais golos. Se não é falta de qualidade nem culpa do sistema de jogo da equipa, só pode ser uma coisa: falta de confiança do jogador.

Considero que falta de confiança é o principal obstáculo para o avançado esloveno no momento e creio que para quebrar esta falta de confiança é necessário marcar (urgentemente). Um ou mais golos seriam muito importantes para restabelecer o jogador em termos anímicos.

No entanto, não têm faltado oportunidades que Andraz Sporar desperdiçou e, à medida que vai desperdiçando mais, vai sendo criada uma bola de neve que se vai tornando maior por cada bola que não beija as redes adversárias. Por outro lado, Andraz Sporar não é completamente aceite no seio dos adeptos (que o acusam de falta de eficácia) e possui à sua volta os fantasmas (criados pelos media) de que Rúben Amorim procura um avançado diferente.

Reconheço que um problema de confiança é de resolução complicada, mas acredito em Rúben Amorim para conseguir arranjar uma solução enquanto bom líder que aparenta ser! Até porque, se Andraz Sporar se encontrar com os golos, podemos ter um avançado bastante produtivo sem ter de ir buscar outro ao mercado de inverno, “protegendo” os cofres do clube. Se eu fosse o treinador dos leões procuraria dar uma grande penalidade ao avançado esloveno para subir os índices de confiança, mas, neste momento, apenas posso confiar no treinador que depois de unir o plantel, está a unir o Sporting CP!

Artigo revisto por Diogo Teixeira

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome