Sporting CP PROCURA AFASTAR MAUS RESULTADOS NO BONFIM

Os dias que antecedem este encontro ficam marcados pela polémica que se fez sentir em torno do plantel sadino. Os homens de Setúbal foram afetados por um vírus gripal e solicitaram à Liga e ao Sporting CP o adiamento do jogo. O presidente do clube sadino reiterou que pelo menos 14 atletas ainda se encontravam no hospital e que outros estavam em vias de contrair a gripe, apresentado os mesmos sintomas. Já o Sporting CP defende-se com o calendário apertado e diz saber que no último treino o Vitória FC contou com 14 jogadores, que considera ser o suficiente para poder ir a jogo. Com ou sem polémica, o jogo parece mesmo que se vai realizar este sábado.

Ambas as equipas vêm de derrotas: 3-0 diante do Famalicão para os sadinos; já os Leões perderam no clássico por 1-2 com o FC Porto. Separados por sete pontos na tabela classificativa, ocupam respetivamente a oitava e a quarta posição.

NAS DUAS ÚLTIMAS ÉPOCAS, REGISTARAM-SE DOIS EMPATES, AMBOS A UM GOLO, NESTE DESAFIO ENTRE VITÓRIA FC E SPORTING CP, NA LIGA. SE ACREDITAS NUM TRIUNFO VERDE E BRANCO, APOSTA JÁ!

O Vitória FC vem a realizar uma época até razoável, com um lugar para já tranquilo e longe da zona de despromoção. Já os Leões estão proibidos de perder pontos e de perder a corrida pelo tão desejado terceiro posto. O conjunto dos 189 jogos disputados entre Vitória FC e Sporting dá uma clara vantagem aos leões, mas nas últimas duas épocas a equipa de Alvalade não conseguiu melhor do que dois empates a uma bola.

COMO JOGARÁ O VITÓRIA FC?

Será sem dúvida o maior desafio para nós e para todos os adeptos que acompanham a Liga Portuguesa. Como foi referido são vários os jogadores dos sadinos que se encontram em recuperação de um vírus gripal. Da lista divulgada ontem pelo presidente sadino constam nomes como: Makaridze, Zequinha, Heriberto, Sílvio, Mansilla, Éber Bessa, José Semedo, Hachadi, entre outros. São muitos os nomes e muitas as peças importantes no plantel de Julio Velázquez. Independentemente dos jogadores disponíveis até à hora do jogo, acredito que a equipa se irá montar num 4x1x4x1 com um bloco mais baixo, dando a iniciativa ao Sporting CP e esperando depois para contra-atacar.

JOGADOR A TER EM CONTA

Fonte: Carlos Silva / Bola na Rede

Giorgi Makaridze (Vitória FC) – Se recuperar a tempo é sem dúvida a principal escolha para a baliza dos sadinos e merece aqui o principal destaque. Tem sido o melhor homem na formação setubalense e o que até agora realizou todas as partidas disputadas. Conta com 15 partidas e leva 8 sem sofrer qualquer golo. É um guarda-redes forte nos penaltys, revelando ainda bons reflexos e bastante competência na saída a punhos. É o principal responsável para o Vitória FC contar apenas com 13 golos sofridos nos 15 jogos que disputou – um número bastante positivo quando comparando com as equipas que se encontram em posições dianteiras.

XI PROVÁVEL

4x1x4x1 – Makaridze; Sílvio, Jubal, Artur Jorge, Nuno Pinto; José Semedo, Hildeberto, Éber Bessa, Carlinhos, Brian Mansilla e Hachadi;

COMO JOGARÁ O SPORTING CP?

No lado do Sporting CP será expetável poucas mudanças no onze que alinhou diante do FC Porto. Os Leões precisam de regressar as vitórias e não deixar fugir a luta pelo terceiro posto, o único que ainda podem almejar esta temporada. O treinador Jorge Silas deverá manter o 4x3x3 que tem vindo a apresentar nos últimos jogos e que parecem ter garantido alguma estabilidade ao conjunto leonino, pelo menos a nível exibicional. A única dúvida poderá surgir apenas no meio-campo defensivo, sendo que Doumbia viu o 5º amarelo diante do FC Porto e ficará de fora nesta partida. Não acreditando que Battaglia ainda apresente os índices físicos para fazer 90 minutos na partida, sendo que veio recentemente de uma lesão complicada, poderá ser Eduardo Henrique a escolha para o lugar vago pelo costa-marfinense.

JOGADOR A TER EM CONTA

Fonte: Carlos Silva / Bola na Rede

Luciano Vietto (Sporting CP) – É a par de Bruno Fernandes (e Acuña) o melhor jogador no plantel leonino. É um jogador importante na manobra ofensiva dos verde e brancos e nas dinâmicas que Jorge Silas pretende incutir. Viu-se sobretudo na segunda parte contra o FC Porto a importância que tem e o critério que pode acrescentar à equipa quando está bem. É certo que dispôs de várias oportunidades para marcar e não conseguiu ajudar da melhor maneira, mas o que dá à equipa – principalmente com bola – torna-o numa peça chave no plantel leonino.

XI PROVÁVEL

4x3x3 – Luís Maximiano; Ristovski, Coates, Mathieu, Borja; Eduardo Henrique, Wendel, Bruno Fernandes; Bolasie, Vietto e Luiz Phellype.

Foto de Capa: Carlos Silva / Bola na Rede

Comentários