O guarda-redes Emiliano Viviano, resgatado à Sampdoria a troco de três milhões de euros, teve uma primeira passagem por Alvalade muito fugaz. Contratado ainda na era Bruno de Carvalho, a pedido do sérvio Sinisa Mihajlovic (treinador com quem já tinha trabalhado anteriormente na Sampdoria) para fazer face à saída de Rui Patrício, acabou por regressar a Itália sem cumprir qualquer minuto de leão ao peito na presente temporada.

Com a saída de Bruno de Carvalho da presidência do clube leonino, e consequente troca de treinador, a vida do italiano complicou-se. Na pré-temporada e já com o plantel às ordens de José Peseiro, Viviano teve a sua única oportunidade para se mostrar entre os postes, no entanto, sem conseguir agradar os responsáveis leoninos.

Completamente “tapado”, primeiro por Salin e posteriormente por Renan, os responsáveis leoninos decidiram colocar o guarda-redes italiano no mercado, tal como disse o atual mister leonino, Marcel Keizer, em conferência de imprensa: “É melhor que vá para um clube onde possa jogar”.

Viviano sai sem qualquer minuto oficial disputado
Fonte: Sporting CP

Na atual janela de transferências, o Sporting Clube de Portugal chegou a acordo com a Spal, equipa que milita na Série A italiana. O acordo contempla um empréstimo até final da temporada sem opção de compra no final deste período, ficando a totalidade do vencimento do jogador a cargo do clube italiano.

O caso “Viviano”, foi e continua a ser polémico no seio leonino. Um jogador que chega a Alvalade para suprimir a saída de um dos melhores jogadores leoninos dos últimos tempos, fica metade da temporada longe da vista dos/as sportinguistas, e acaba por ser emprestado na janela de transferências seguinte à da sua contratação. Na minha opinião, e tendo em conta que não fazia parte das escolhas para o mister holandês (tal como não fez para José Peseiro e Tiago Fernandes), foi provavelmente o melhor negócio que se podia ter feito, no entanto enquanto sportinguista gostaria de ter visto “os três milhões” em ação. Será que na próxima temporada o italiano terá a oportunidade que não teve na presente?

Força Sporting Clube de Portugal.

Foto de Capa: Sporting CP

artigo revisto por: Ana Ferreira

Comentários