Anterior1 de 4Próximo

Em noite de “mata-mata”, Feirense e Sporting reeditaram o duelo da Taça da Liga no Marcolino de Castro e o desfecho foi o mesmo. Os leões avançam na Taça de Portugal e vão encontrar o SL Benfica na meia-final da “Prova Rainha”.

Noite fria em Santa Maria da Feira, mas com um ambiente quente para receber o Sporting. Jogava-se o acesso às “meias” da Taça de Portugal e nenhuma das equipas queria deitar por terra o sonho de estar no Jamor.

O Feirense promoveu seis alterações em relação ao empate com o CD Aves, a contar para a 17ª jornada da Primeira Liga, e fez entrar Brígido, Nascimento, Tavares, Vitor Bruno, Marco Soares e os reforços Aly Ghazal e Steven para os lugares de Caio, Philipe Sampaio,Cris, Sturgeon, Crivellaro, Babanco e Edinho. Do outro lado, o Sporting também mexeu, tendo feito alinhar Salin, Acuña, Ristovski e Raphinha nos lugares de Renan, Jefferson, Bruno Gaspar e Diaby, em relação ao empate no clássico frente ao FC Porto.

O jogo começou com natural domínio leonino e os comandados de Marcel Keizer podiam ter mesmo chegado ao golo aos cinco minutos, não fosse um corte providencial de Briseño, quando a bola se dirigia para Bas Dost, já sem guarda-redes na baliza.

O jogo prosseguiu e viram-se uns primeiros 30 minutos com escassas oportunidades de golo. O Sporting ainda introduziu a bola na baliza de Brigido aos 34 minutos, mas Fábio Veríssimo assinalou uma infração do avançado holandês e invalidou o golo leonino. O nulo mantinha-se e tudo indicava que se iria manter até ao intervalo.

Ainda houve uma oportunidade para cada lado antes do intervalo, mas o  resultado não se alterou. Primeiro Valencia, aos 37’,  depois de uma sobra num canto, apareceu isolado e rematou para uma boa intervenção de Salin. Depois Bruno Fernandes, num primeiro remate, e Bas Dost, na recarga, tentaram dar avanço ao Sporting, mas Brigido esteve a altura e evitou o primeiro dos leões.

As equipas voltaram dos balneários com vontade de dar um rumo diferente ao segundo tempo e o Sporting não abriu o marcador por milímetros. Bas Dost, depois de um passe de Acuña, só tinha de encostar, mas atirou ao lado do poste da baliza do Feirense.

O Sporting atacava com perigo e aos 55 foi a vez de Nani desperdiçar uma boa oportunidade de golo. Solto na área, o avançado português cabeceou por cima da trave de Brigido. O mesmo protagonista, o mesmo desfecho aos 62 minutos, agora a passe de Raphinha, Nani atirou ligeiramente ao lado do poste direito do Feirense.

O golo acabou por surgir aos 63 minutos por Wendel. O médio brasileiro rematou violento e colocado à entrada da área e não deu hipótese a Brigido. Estava desfeito o nulo no Marcolino de Castro.

Aos 65’ foi a vez de Bruno Fernandes ampliar o marcador. No ressalto de um canto, o médio português aplicou um remate com a sua marca registada e a bola só parou no fundo das redes. O Sporting ganhava uma vantagem significativa com dois golos em apenas dois minutos de jogo.

O Sporting atirou a contar por duas vezes em dois minutos
Fonte: Bola na Rede

O Feirense reagiu bem à desvantagem e podia ter marcado aos 70 minutos. Valeu, primeiro, Coates a cortar a bola a Valencia que estava isolado à entrada da área, e, no momento seguinte, Salin, a defender o remate de Crivellaro com uma estirada impressionante.

Luiz Phellype estreou-se na equipa leonina e esteve perto de marcar aos 82 minutos. O avançado brasileiro atirou ao poste.

Aos 88 o Feirense só não reduziu devido a mais uma excelente defesa de Salin. Grande defesa do guardião francês quando Valencia se preparava para celebrar.

Não houve mais golos até ao fim da partida e o Sporting coloca-se, desta forma, mais perto do Jamor. O próximo duelo, a contar para as meias-finais da competição, será contra o SL Benfica, fruto da vitória dos encarnados sobre o Vitória SC. A outra meia-final terá como protagonistas FC Porto e SC Braga.

ONZES INICIAIS E SUBSTITUIÇÕES:

CD Feirense:  Brígido, Diga, Tiago Gomes, Briseño, Babanco, Steven (75’ Edinho), Nascimento, Valencia, Aly Ghazal ( 75’ Cris), Tavares ( 67’ Crivellaro), Vitor Bruno

Sporting CP: Salin, Ristovski, Coates, Mathieu ( 75’ André Pinto), Acuña, Gudelj, Wendel( 80’ Petrovic), Bruno Fernandes, Nani, Raphinha e Bas Dost( 75’ Luiz Phellype).

Anterior1 de 4Próximo

Comentários