sporting cabeçalho generíco

Há uns anos, (já perdi a noção do tempo – costuma-se dizer que quando é mau até o tempo custa a passar) o Sporting anunciava a contratação do melhor jogador do Peru. Aquilo era um jogador tão letal para os adversários que o apelidavam de “La Culebra”.

Com toda esta publicidade, e vindo para o Sporting, diz-me o bom senso que não deveria colocar grandes esperanças naquele jogador. Mas, como Sportinguista, tenho que pensar sempre que pode ser que seja desta…

O Homem começa a jogar, e em poucos meses percebe-se que o meu bom senso tinha razão. De cobra, só quando elas estão paradas e enroladas à espera de que a presa se chegue a elas. É que não saía dali nada… Ou melhor, dava para perceber que era um jogador com talento, mas só isso. E jogadores de talento há muitos, mas só os que aliam trabalho e vontade a esse talento conseguem voos mais altos.

Uma equipa que quer jogar todos os jogos para ganhar tem que ter todos os jogadores a trabalharem para um mesmo objectivo. Não se pode dar ao luxo de ter jogadores que mal correm, e só correm com a bola nos pés.

Anúncio Publicitário

Podem vir dizer que este jogador em questão, tendo a bola nos pés, faz o que quer dos adversários; até pode ser verdade – com algumas reservas – neste ano, ou melhor, nestes últimos meses, porque daí para trás, 95% dos jogos eram sofríveis, sem o mínimo de objectividade.

Perdi a conta às vezes em que desesperei ao ver este jogador a perder-se com a bola, ou mesmo a sequer correr à bola, quando o jogo estava empatado ou com a sua (minha) equipa a perder.

Eu sempre disse cobras e lagartos (acho que não devia ter usado esta expressão num texto do Sporting e do jogador em questão, mas fica…) deste jogador, sempre disse que não servia ao Sporting, e sempre vi treinadores a apostarem nele… Nunca entendi porquê. Talvez nos treinos se esforce mais, ou talvez um treino não exija tanta dedicação. A verdade é que, até ao início desta época, este jogador pouco deu ao clube que apostou nele.

Por tudo isto, fiquei muito feliz quando ouvi a notícia de que ele (a cobra) não queria renovar, e, melhor ainda, queria ir para um dos rivais (ainda me deu mais vontade de rir). É que eu ia adorar ver adeptos de outros clubes a rejubilar ao roubar um jogador ao Sporting, e depois vê-los a insultar o mesmo jogador, pelas mesmas razões que tantas vezes o fiz.

Exceptuando a capacidade de drible, Carrillo pouco evoluiu até ao início desta época.
Fonte: supersporting.net

“Ah, mas contra nós até ia comer a relva…”. Pode até ser, mas um campeonato não se decide num jogo, e o facto de ele comer relva podia não dar em nada de mau para o nosso lado, como não deu para os nossos adversários em grande parte das vezes.

Dito isto, espero que esse senhor não renove, ou pelo menos que o nosso presidente não vá na cantiga dele (agora parece que já tem vontade de falar de renovações – treta), e o deixe ir para onde lhe apetecer. (Quem não se lembra de “Izmaylov”?).

Um jogador que ainda não demonstrou nada quer agora fazer imposições muito longe do que reflecte o seu real valor?

E, de grande jogador, ainda só tem o que o jornalismo português quer fazer dele, para ter mais uma forma de atacar o nosso presidente.

Dizer que o Sporting já devia ter renovado com o jogador? Renovar com um jogador que não é uma mais-valia? Só se o presidente tivesse enlouquecido… O que não me parece o caso.

Louco pelo Sporting, sim, mas muito racional quando chega a hora de decisões importantes. Mas, quanto a isso e ao facto de muitos virem dizer que os Sportinguistas deviam ter cuidado com um próximo Vale e Azevedo, poderei escrever numa próxima oportunidade… É de rir alto.

Portanto, cobras em hibernação constante não servem para nada, por isso que vá apanhar sol para onde quiser, e que leve o bando de cobras que o rodeiam, que vai ficar certamente muito bem acompanhado.

Fonte da foto de capa: sapo.pt

Comentários