spot_imgspot_img

    Jogo a Jogo

    No início desta época, alguém me perguntou como seria o desempenho do meu clube durante este campeonato. Ao contrário de todas as outras (em que a resposta era sempre “Vamos ser campeões!”), este ano, por alguma razão, a resposta foi diferente. Mais contida e mais realista. Não porque não haja motivo para expectativas – finalmente este ano parece que o caminho a seguir é outro – mas porque aprendi a saber esperar. Embora com algum atraso, sei que o nosso dia vai chegar. Caminhamos para lá, definitivamente.

    Em relação aos nossos jogadores e a quem nos dirige, só podemos pedir que se esforcem em todos os jogos e todos os dias para nos devolverem a glória que um dia foi nossa e que alguém se encarregou de tirar.

    Respira-se um ambiente diferente, isso é certo. Atrever-me-ia a dizer que assusta algumas pessoas o facto de que esta onda verde tenha acordado e esteja para ficar. É algo novo, a que nem os sportinguistas estavam habituados. Resta-nos esperar que este ano esteja guardada alguma surpresa para os lados de Alvalade que catapulte o clube para patamares de outra dimensão.

    Nós, sócios e adeptos, cá continuamos como sempre. Unidos, esperançados e dotados de uma paciência inabalável. Isso ninguém nos tira e já não conseguimos viver de outra forma. Chamem-nos malucos ou digam-nos que a Champions League só se joga na Playstation.

    Mas no final, e como sempre, veremos. Jogo a jogo.

    - Advertisement -
    spot_img

    Subscreve!

    Artigos Populares

    Christian Atsu encontrado com vida na Turquia

    Christian Atsu, ex-jogador do FC Porto, estava desaparecido nos...

    AS Roma quer internacional espanhol para lugar de Zaniolo

    A AS Roma, de José Mourinho, está atenta e...

    José Mota oficializado em clube da Segunda Liga

    Aos 58 anos de idade, José Mota volta ao...

    Ainda não foi desta, Portugal! | Qualificação Davis Cup 2023

    Portugal falhou o acesso à fase final da Davis...
    Artigo anterior
    Próximo artigo
    Bola na Rede