Depois do sucedido na reta final da temporada anterior, foi evidente a divisão do Universo Leonino – divisão essa que se traduziu em muito mais do que opiniões distintas – os fiéis a Bruno de Carvalho (anterior presidente do Sporting Clube de Portugal), os “contra” Bruno de Carvalho e os que pretendiam apenas ultrapassar toda aquela situação.

O atual presidente leonino, Frederico Varandas, apresentou como lema da sua candidatura “Unir o Sporting”. Tendo em conta a situação do clube, e como se diz na gíria acertou em cheio no mote para as eleições onde saiu vitorioso. No entanto, será que foi conseguido esse objetivo?

No mundo desportivo, as vitórias são o melhor “combustível” para o sucesso e para o contentamento dos seus simpatizantes. No início da temporada, com José Peseiro no comando da equipa verde e branca, as vitórias obtidas deram alento ao Universo Leonino. O que é certo, é que o nível exibicional foi decaindo e já com Frederico Varandas como líder máximo do clube de Alvalade, José Peseiro acabou por sair dando lugar a Tiago Fernandes como treinador interino até à chegada de Marcel Keizer.

A equipa leonina iniciou a “era” Marcel Keizer com exibições bem conseguidas e resultados volumosos. Na deslocação a Guimarães esse ciclo vitorioso terminou e a partir daí os resultados alcançados, aliados às exibições realizadas, incentivaram manifestações de desagrado por parte dos adeptos leoninos.

Varandas tem sido um dos principais visados pelos críticos
Fonte: Candidatura de Frederico Varandas

Qualquer opção/medida é sujeita a diferentes apreciações, e o presidente do Sporting Clube de Portugal não “foge à regra”. Desde as saídas a custo zero de Nani, Montero e Castaignos; as mudanças no que diz respeito às claques do clube; o término de transmissões do programa “Pressão Alta”; e ainda as expulsões de sócio de Bruno de Carvalho e Alexandre Godinho. Todas estas medidas causaram algum incómodo no seio leonino, resultando mesmo no pedido de demissão de Frederico Varandas por parte de alguns sportinguistas.

Numa fase em que apenas resta disputar as restantes partidas do Campeonato Nacional e a segunda mão das meia-final da Taça de Portugal, é urgente acalmar os ânimos e concentrar todas as energias no apoio ao nosso grande amor para que seja possível alcançar a terceira posição no Campeonato e marcar presença na final da Taça de Portugal – esta mensagem é dirigida a todo o Universo Leonino. Não nos podemos esquecer nem por um segundo que defender os interesses do Sporting Clube de Portugal é o mais importante.

Força Sporting.

Foto de Capa: Sporting CP

artigo revisto por: Ana Ferreira

Comentários