spot_imgspot_img

    É de verde e branco que Trincão se vê em 22/23

    A Francisco Trincão, Xavi diz que não. Já Amorim diz que sim. O miúdo que deu o salto ao serviço do SC Braga pode estar de volta ao campeonato português, mas desta vez para representar o Sporting CP.

    De Pedreira ao Molineux

    Assumiu-se como peça-chave para o SC Braga na temporada 19/20. Com 20 anos de idade elevou substancialmente o nível do futebol praticado pelos arsenalistas, contribuindo simultaneamente para a valorização do futebol português. Foram 40 jogos, nove golos e 13 assistências, ou seja, 22 contribuições diretas para golo – uma época brilhante para um jovem de 20 anos.

    Depois de explodir em Braga e sair por 31 milhões de euros para o clube catalão, Trincão teve dificuldade em estabelecer-se no país vizinho e mostrar toda a influência que teve quando defendia as cores dos minhotos. Trincão, na época 20/21 (a de estreia), participou em 42 jogos pelos blaugrana e apontou três golos e duas assistências, tendo ficado aquém do que era esperado pela estrutura e pelos adeptos do clube.

    Trincão
    Fonte: Diogo Cardoso / Bola na Rede

    Somou quase o mesmo número de minutos em Braga como em Barcelona, mas o impacto foi totalmente distinto. Tanto o Barça como o próprio jogador viam no empréstimo ao Wolverhampton Wanderers FC uma oportunidade para que pudesse encontrar o nível que apresentou ao serviço dos bracarenses.

    Em Inglaterra, o internacional português acabou por não vingar de lobo ao peito, registando apenas três golos e uma assistência em 30 jogos (16 a titular), levando a que o clube inglês não exercesse a opção de compra a que tinha direito – conduzindo-o à mesma situação que se encontrava no início da época, com jogador e clube à espera de uma oportunidade de valorização.

    Esperança em ser verde, e branco

    Xavi não conta com o português. O Barcelona, em dificuldades financeiras, tem várias dossiês para fechar, com Trincão a ser um deles. O clube catalão prefere vender, procurando retorno de parte do investimento feito em 2020, mas o Sporting procura intrometer-se nesta vontade e resgatar o jogador por empréstimo.

    O clube de Alvalade pode ser uma boa solução aos olhos dos catalães, tendo em mente o exemplo recente da valorização de Pablo Sarabia com a verde e branca vestida. E Francisco Trincão é, aos olhos de Amorim, a solução ideal para colmatar a saída do internacional espanhol, que teve um peso enorme na manobra ofensiva dos leões assim que se ambientou. Este fator pode ter um caráter decisivo no futuro de Trincão.

    Sporting e Trincão parecem estar em sintonia. Ambos dispostos a fazer esforços financeiros. De um lado Sporting tenta os máximos por garantir o jogador na próxima época, estando um empréstimo com opção de compra obrigatória a ser equacionado. Do outro lado, Trincão está disposto a baixar o elevado salário que aufere para agilizar o negócio – a vontade de relançar a carreira no campeonato que o lançou para voos mais altos e o desejo de voltar a trabalhar com Rúben Amorim têm um papel decisivo. Só falta mesmo o Barcelona embarcar na ideia.

    Sporting CP e FC Barcelona chegam a acordo para empréstimo de Trincão 🇵🇹

    O valor da opção de compra era o que divergia os dois clubes, esse valor estará cifrado entre os 15 e 20 milhões de euros. Há a possibilidade dos ‘Culés’ ficarem com uma % de futura venda! pic.twitter.com/5M8O0zQeIe

    — Sporting CP Adeptos (@Sporting_CPAdep) June 7, 2022

    Contratação ideal?

    Sai Sarabia, entra Trincão. Se tal acontecer diria que é uma excelente contratação. Acredito que qualquer que seja o investimento, dificilmente não terá retorno. E em Alvalade terá ainda a montra que é a Liga dos Campeões. Um jovem de 22 anos que já mostrou ter muita qualidade e que já é conhecido internacionalmente, certamente terá sempre grandes clubes de olho nele.

    Não tem a experiência de Pablo Sarabia, mas por outro lado tem a irreverência característica da juventude. É um prodígio técnico, um esquerdino com cola no pé. Gosta de partir da ala para o meio. Confortável a pisar terrenos interiores, o que é imperativo na forma de jogar dos leões, pois o extremo oferece o corredor ao lateral.

    É um criativo, influente no último passe. Parece-me encaixar perfeitamente no esquema de Amorim, mas ao mesmo tempo diria que é uma opção semelhante a Marcus Edwards. Acrescentar qualidade viria sem sombra de dúvidas, quanto ao papel que viria desempenhar não tenho a certeza, pois, apesar da saída de Slimani, os nomes que Amorim idealiza para o ataque não são opções de área, mas sim criativos que não atuam como referências.

     

    - Advertisement -
    spot_img

    Subscreve!

    Artigos Populares

    O incrível golo de André Gomes pelo LOSC Lille

    Este é daqueles para ver e rever. André Gomes...

    Dias de sonho para Ronaldinho: foi premiado e filho assinou pelo FC Barcelona

    Têm sido, certamente, uns dias agradáveis para Ronaldinho Gaúcho,...

    Moreirense FC de luto: faleceu Joaquim Pereira da Silva

    A formação de Moreira de Cónegos está de luto....

    Sérgio Conceição confirma ausências para o jogo da Taça de Portugal

    Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, confirmou que alguns...

    A folha salarial do agora aflito Manchester City FC

    A vida não está fácil para o lado azul...
    Miguel Amaral Rodrigues
    Miguel Amaral Rodrigueshttp://www.bolanarede.pt
    Desde que se lembra que o Miguel joga à bola. Sentiu sempre uma ligação com a redondinha. Com 7 anos de idade começou a ir a Alvalade e desde então é raro falhar um jogo. Aos 13 iniciou a sua carreira no futebol federado. E para sua tristeza, há cerca de dois anos pendurou as botas. Mas não largou a maior paixão que tem na vida. Estuda jornalismo na ESCS e é por intermédio da comunicação que quer acompanhar o futebol daqui para a frente.
    Bola na Rede