A bola ainda rola na Rússia e enquanto uns leões já caíram (Bryan Ruiz pela Costa Rica), outros se levantam (casos de Acuña pela seleção Argentina e de Coates pelo Uruguai).

Compete-me deixar uma palavra especial para Ruiz que marcou um golo neste Mundial pela sua seleção. Dizem que é coisa pouca (de penálti) mas na competição já os dois melhores do mundo os falharam… Ruiz sai da Rússia e está agora de corpo e alma nos Leões mas atenção… O Sporting ainda não lhe fez nenhuma proposta de contrato. Será que está nos planos do técnico (qual técnico?) leonino?

Por outro lado, a última jornada viu um leão levantar-se: Sebastián Coates. O uruguaio atuou os noventa minutos frente à anfitriã Rússia, derrotando-a por três bolas a zero. Mas o destino colocou Coates e seus compatriotas no caminho de Portugal nestes oitavos-de-final. O leão encontrará, por isso, os tugas que tão bem conhece, nomeadamente aqueles que atuaram consigo nas épocas passadas no Sporting: casos de William Carvalho, Gelson Martins, Rui Patrício ou Adrien.

À semelhança do que fez para Acuña, o Sporting desejou sorte a Coates no Mundial através da sua conta no Facebook
Fonte: Sporting Clube de Portugal

Será que o seleccionador argentino irá aproveitar o capital de conhecimento que Coates tem dos jogadores portugueses no jogo contra Portugal? Tudo vai depender se o lesionado Giménez do Atlético de Madrid recupera ou não a tempo para o embate. Mesmo que esteja apto, irá ele atuar ao lado de Diego Godín ou será esse lugar reservado para o leão de Alvalade?

Pelos vistos, há leões em todo lado. Os que estão na Rússia vão caindo à medida que a competição avança. Isso é natural. Mas enquanto uns caem, outros que se levantam, como é o caso de Coates no Uruguai. No entanto, desta vez, caro Leão, espero que a tua selecção não passe mas que tu, em contrapartida, faças uma exibição exemplar. Só porque tu és um grande Leão e mereces.

Foto de Capa: Sporting Clube de Portugal

Artigo revisto por: Beatriz Silva

Comentários