milnovezeroseis

Caro leitor.

O Natal é, por natureza, a época do ano que mais propicia a união e comunhão familiar. À mesa da consoada agregam-se gerações com vivências distintas mas com um denominador comum – o sangue que os une. Partilham-se presentes e come-se bacalhau, borrego ou qualquer outro prato gastronómico. O Natal é, em suma, o ex libris da partilha de amor e alegria.

Porém, qualquer sportinguista faz parte, igualmente, da enorme família leonina, que afilia milhões de apaixonados pelo nosso Sporting. Numa época natalícia urge não esquecer esta condição. Na mensagem de natal aos sócios e simpatizantes, Bruno de Carvalho desejou, com a mestria necessária e com o sportinguismo característico, “que a forte união sportinguista se faça sentir em todas as casas”. Estas são palavras calorosas e que devem materializar-se amanhã, em Alvalade, palco onde a família sportinguista se reúne.

Derlei marcou dois golos na última partida entre Sporting e Porto a contar para a Taça da Liga. Os leões venceram por 4-1. Fonte: desportugal
Derlei marcou dois golos na última partida entre Sporting e Porto a contar para a Taça da Liga. Os leões venceram por 4-1. Fonte: desportugal

No próximo Domingo, O Sporting enfrenta o Futebol Clube do Porto, naquele que será o último jogo do ano civil para ambos os emblemas. 2013 foi, indubitavelmente, um ano insólito para as hostes leoninas. Em 2013, o clube de Alvalade experienciou chicotadas psicológicas, mudanças na direcção e alcançou a pior classificação de sempre no Campeonato Nacional. Inversamente, a segunda metade do ano, entre Junho e Dezembro, sensivelmente, revelou-se totalmente oposta à primeira. A tríade composta por Bruno de Carvalho, Leonardo Jardim e pelo plantel vigente do Sporting é o espelho desta mudança.

Anúncio Publicitário

Amanhã será a última hipótese para os verde e brancos mostrarem como o rumo actual é o oposto do tomado no início do ano. No relvado jogar-se-á a primeira jornada da fase de grupos da Taça da Liga. Contudo, o embate de Domingo terá uma componente anímica que transcende a Taça da Liga. Caso o Sporting vença o jogo ganhará também uma bagagem psicológica enorme para o muito que ainda resta de campeonato.

Com efeito, os aliciantes para o clássico de amanhã são bastantes. Apesar de se esperar uma fraca afluência ao estádio, devido ao preço exorbitante dos bilhetes, este Sporting – Porto reveste-se de total importância. A Taça da Liga é, logicamente, uma competição a vencer. Paralelamente, uma vitória contra os azuis e brancos fará com que o Sporting entre da melhor forma no ano de 2014. Apoiemos e acreditemos na nossa equipa! Força Sporting!

Comentários

Artigo anteriorO regresso dos coreanos
Próximo artigoEste mercado não é para nós
O Pedro vem do Algarve e vê futebol desde que se lembra. Sportinguista vindo de uma família benfiquista, assume-se como sonhador e um confesso "bruno-carvalhista".                                                                                                                                                 O Pedro não escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.