sporting cp cabeçalho 2

Vivem-se dias atribulados pelas bandas de Alvalade e não se prevê que haja em breve uma acalmia. Com o aproximar das eleições que aí vêm, o projecto desportivo do Sporting Clube de Portugal está a ser todo posto em causa.

Esta semana o mar esteve revolto e quer a Equipa B, quer o Andebol, bem como o Hóquei em Patins sofreram mudanças abruptas… Bem sei que em tempo de eleições não se medem bem as promessas, nem os meios para atingir os fins, mas quando falamos de um Clube desportivo, o coração e a razão não se podem isolar e valer tudo para se conseguir a vitória.

Anúncio Publicitário

Em teoria, somos todos sportinguistas, pelo que de nada servem os ataques e a criação de mais problemas… em teoria, no final deste processo eleitoral, o candidato que perder deveria automaticamente oferecer os seus préstimos e os seus valores acrescidos para a melhoria do Clube verde-e-branco. Se têm investidores (seja o candidato A ou B) e se são verdadeiramente sportinguistas deveriam entregar essas propostas àquele que for eleito presidente do Clube. Ou então, deixamos de falar num amor e passamos a falar num interesse. O meu Clube nesta semana deixou-me “triste”. Aquilo que sempre ouvi falar pela parte de Bruno de Carvalho simplesmente não existiu: aparentemente o projecto desportivo foi totalmente alterado após alguns desaires.