sporting cp cabeçalho 2

Depois das três contratações conhecidas oficialmente através dos meios de comunicação do clube de Alvalade, quase todos os dias têm surgido inúmeros nomes de possíveis reforços na comunicação social. Tal como é habitual, alguns deles são pura especulação mas outros têm um fundo de verdade. Recentemente, muito se tem falado da possibilidade de Fábio Coentrão ingressar na equipa leonina, algo que tem feito correr muita tinta pelos mais variados motivos, mas sobretudo por ser jogador do Real Madrid e auferir um ordenado demasiado elevado fruto desse estatuto e, obviamente, do seu passado no eterno rival, uma história que todos conhecemos e que deixa muita gente de pé atrás.

Apesar de ter apenas 29 anos, o seu historial de lesões é já longo, o que coloca a dúvida sobre quais as condições em que se encontra o jogador português. Para além da lesão no joelho que já se arrasta desde os tempos do Benfica, o defesa-esquerdo tem tido outros problemas físicos de maior gravidade como é o caso da lesão muscular na coxa direita que o levou a fazer uma cirurgia para debelar o problema e o obrigou a parar sete meses, afastando-o da pré-época merengue em 2016/17. Depois disso, outros problemas físicos voltaram a afetá-lo, o que fez com que o treinador blanco apenas o tivesse disponível a partir do último mês de Março, período desde o qual jogou poucas partidas fruto da opção técnica em Marcelo. Recorrendo a números, Fábio Coentrão realizou seis jogos em toda a temporada e apenas em um deles jogou os noventa minutos.

Anúncio Publicitário

Obviamente que, depois de tantos contratempos, é pouco provável que o jogador esteja com um nível competitivo aceitável para uma equipa que, na próxima temporada, quer lutar pela conquista do campeonato nacional. Mesmo que a pré-época seja feita desde o primeiro dia e o seu plano de trabalho seja cumprido à risca, existem poucas probabilidades de Fábio Coentrão voltar a ser o jogador que se destacou no Benfica e que chamou a atenção do Real Madrid. É claro que, se isso acontecesse, o internacional português seria um grande reforço no verdadeiro sentido da palavra e viria colmatar uma das grandes lacunas do plantel. No entanto, para estar com ritmo é necessário treinar e jogar com regularidade, duas coisas que raramente têm vindo a acontecer.

A relação com Jorge Jesus pode ser um fator importante na vinda de Coentrão para Alvalade Fonte: Domínio de Bola
A relação com Jorge Jesus pode ser um fator importante na vinda de Coentrão para Alvalade
Fonte: Domínio de Bola

A partir daí, o Sporting parece ter tudo a seu favor para efetivar o empréstimo. A nível financeiro, correm rumores de que o Real Madrid está disposto a suportar grande parte do salário milionário do jogador, o que é algo imprescindível pois caso contrário o negócio nem sequer se faria, porque escusado será dizer que dinheiro é coisa que não abunda para os lados de Alvalade. Para além disso, muito se fala da veia sportinguista de Fábio Coentrão que, antes de ingressar no Benfica, gritava aos sete ventos o seu amor pelo clube verde e branco e era inclusive presença assídua nas bancadas. Verdade ou não, o que é certo é que o profissionalismo é obrigatório quando se fala de sucesso no futebol e, por isso, o jogador chegou a afirmar que em Portugal apenas jogaria no Benfica. Mas, como sabemos, a carreira de um atleta dá muitas e muitas voltas…

No entanto, atualmente Jorge Jesus é o treinador do Sporting, o que pode ser um fator-chave para levar o português a aceitar a vinda para Alvalade, tal como aconteceu com Markovic. A verdade é que Jorge Jesus é um treinador da sua confiança, que em tempos soube potenciar as suas capacidades e ajudá-lo a dar o salto para uma equipa de topo. Por isso, certamente que este regresso a Portugal poderia ser visto como um relançar da carreira que ficou estagnada no meio das lesões e da forte concorrência que encontrou em Madrid. Para já, a certeza que há é que o Sporting está aberto a todas as negociações, tal como o presidente Bruno de Carvalho já referiu e, por isso, Fábio Coentrão tanto pode ser sinónimo de realidade como de ilusão. Esperemos para ver o que o mercado nos reserva…

Foto de Capa: Facebook de Fábio Coentrão