Agora que João Mário é oficialmente jogador do SL Benfica, posso escrever aquilo que me apraz dizer sobre mais uma novela que se gerou no futebol português. O atleta formado no Sporting CP, depois de anos e anos nas camadas jovens do clube e das centenas de partidas que jogou pela equipa principal, decidiu mudar-se para o outro lado da Segunda Circular.

Primeiro, convém referir que João Mário, aparentemente, mostrou interesse em ficar em Alvalade, após a vinda por empréstimo da FC Internazionale Milano. Foi uma das peças-chave da equipa na grande temporada que fez e um dos míticos campeões nacionais. Por que razão iria ele querer tentar a felicidade noutro sítio se a encontrou numa casa que conhece tão bem? Bem, o dinheiro acabou por falar mais alto.

Segundo o comunicado oficial do Sporting CP, a direção leonina efetuou uma proposta de transferência ao clube italiano e propôs contrato ao internacional português. Porém, ambos os valores estavam abaixo daqueles que eram exigidos. Quando surgiu a proposta do SL Benfica, que oferecia dois milhões limpos por época ao jogador e sete milhões e meio ao Inter, a atenção de João Mário virou.

O único problema aqui era a cláusula anti-rival que o anterior contrato tinha, que obrigava à indemnização no valor de 30 milhões ao Sporting CP, caso o jogador voltasse a atuar noutro clube em Portugal. O facto de João Mário e Inter terem rescindido contrato, de modo a que a cláusula ficasse inválida, só me faz acreditar que, nesta fase, o atleta já não estava interessado em vir para o Sporting CP. Por mais que a direção leonina afirme que vai, provavelmente, recorrer à justiça, vejo o clube italiano como o vencedor do eventual processo.

Anúncio Publicitário
Campeão na época passada, João Mário troca o leão pelas águias no defeso
Fonte: Carlos Silva / Bola na Rede

A direção do Sporting CP tem assistido aos pedidos de Amorim no que toca a contratações cirúrgicas. O caso mais “gritante” foi a transferência recorde de Paulinho e, mais recentemente, o regresso de Ricardo Esgaio a Alvalade. Porém, mesmo que Rúben Amorim tenha definido João Mário como prioritário para atacar a temporada 2021/2022, o atleta exigia o dobro do valor anual dos salários de João Palhinha, Matheus Nunes e Daniel Bragança juntos, algo que excede o teto salarial leonino. Penso que o Sporting esteve bem em não investir tanto dinheiro no atleta.

Em 2019, aquando da sua ida para o Lokomotiv de Moscovo, João Mário disse que não teve interesse em vir para o Sporting CP, pois o desafio não era aliciante para a sua carreira. Tentei esquecer esta frase quando há cerca de um ano singrou em Alvalade. Mas agora, tudo faz sentido. João Mário faz parte dos jogadores que só se interessa pelo clube que o viu crescer, quando mais nenhum assiste às suas satisfações.

Este problema da formação de caráter e (falta) de amor ao clube nos atletas formados em Alcochete tem sido um tema discutido entre os sportinguistas. Cai por terra a ideia de que é exclusivamente a falta de títulos e os anos sem lutar por eles que afugentam os melhores jogadores. João Mário foi campeão em Portugal, pela primeira vez, e mesmo assim decidiu que o salário era mais importante.

Desde o ataque a Alcochete que olho para os jogadores de outra forma. Pode ser uma maneira pouco romântica de ver o futebol, mas realista. Aquele dia confirmou-me que os interesses pessoais são mais importantes do que o respeito pelos adeptos, pela instituição, e, naquele caso em concreto, pelo próprio contrato que assinaram.

João Mário é uma perda necessária para o Sporting CP. Apesar de, desportivamente, nos vermos privados de um grande atleta, o investimento que o jogador exigia poderia tornar-se danoso para as finanças do clube.

O último jogador que trocou Alvalade pela Luz foi André Carrillo. Assinou pelo SL Benfica em busca de um aumento na sua conta bancária, mas a carreira revelou-se diminuta na sua passagem pelos encarnados. Cada jogador terá as suas prioridades, e as ações de cada um fica para aqueles que as praticam. Aquela que poderia ter sido uma passagem de João Mário recordada com alegria por parte dos adeptos leoninos, ficou manchada por esta troca inesperada. Resta esperar que não tenha épocas melhores do que a última que vivemos…

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome