Luis Carlos Almeida da Cunha, conhecido no mundo do futebol como “Nani”, regressou esta temporada ao Sporting. Nesta sua terceira passagem por Alvalade tem vindo a ser fundamental, sendo inclusivamente o capitão leonino.

Nani iniciou a sua carreira nos escalões de formação do Real Massamá, tendo chegado ao Sporting na temporada 2003/2004, com idade de júnior. Na formação leonina foi treinado por João Couto e, em 2004/2005, por Paulo Bento, na época em que viria a conquistar o campeonato nacional de juniores.

Paulo Bento viria a assumir o comando técnico da equipa principal, sendo o responsável por lançar jogadores formados na Academia de Alcochete, como Miguel Veloso, Bruno Pereirinha, Yannick Djaló e claro, Nani. O sonho de Nani cumpriu-se no dia 10 de Agosto de 2005, no Estádio José Alvalade, onde vestiu pela primeira vez a camisola da equipa principal, diante dos italianos da Udinese, em jogo a contar para a terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões.

Nani esteve ao serviço da equipa principal do Sporting durante duas temporadas, onde fez 76 jogos e marcou 12 golos. Nesse período venceu uma Taça de Portugal, na final frente ao Belenenses, no Jamor.

O jovem leão tornou-se uma estrela, sendo uma das referências do Sporting nas duas temporadas de leão ao peito. As boas exibições valeram-lhe uma transferência, por 25 milhões de euros, para o Manchester United, comandado por Alex Fergunson e que tinha no plantel Cristiano Ronaldo.

Nani regressou esta temporada ao Sporting e tem feito um bom arranque, já com seis golos marcados
Fonte: Sporting CP

Em Manchester, Nani viveu um sonho durante sete temporadas: jogou 230 partidas e marcou 67 golos. Uma história repleta de títulos! Com o contributo de Nani, o United venceu quatro campeonatos, quatro Supertaças, duas Taças da Liga, um Campeonato do Mundo de Clubes e a Liga dos Campeões, na temporada 2007/2008.

No verão de 2014 Nani regressava ao Sporting, envolvido no negócio que levou Marcos Rojo para o Manchester United. O extremo português chegava a Alvalade a título de empréstimo. Na época 2014/2015 seria mais uma vez fundamental para os leões: sob a liderança de Marco Silva, jogou 37 jogos e marcou 12 golos. Despedindo-se dos sportinguistas com mais um título, a conquista da Taça de Portugal nas grandes penalidades frente ao Braga.

Na época seguinte, Nani transferiu-se para o Fenerbahçe, prosseguindo a sua carreira entre o futebol turco, o Valência em Espanha e ainda uma passagem por Itália, ao serviço da Lazio. No entanto as lesões importunaram o sucesso do internacional português.

Uma carreira brilhante, um profissional de excelência, quer nos clubes, quer na seleção. Por Portugal já foi internacional em 112 vezes e marcou 24 golos. Nani tem ainda uma página dourada na sua carreira: é um dos campeões da Europa de 2016.

Esta temporada ficou marcada pelo regresso de Nani a casa, ao Sporting Clube de Portugal. O capitão leonino rubricou um contrato válido até 2020 tem sido fundamental em Alvalade, demonstrando toda a sua qualidade e experiência. Um jogador tecnicamente muito evoluído, com frieza a finalizar, tendo ainda muita qualidade a definir o último passe. Esta temporada, Nani já realizou 15 jogos, marcou seis golos e fez quatro assistências de leão ao peito.

Assim, que esta terceira passagem de Nani pelo Sporting seja sinónimo de títulos, vitórias e conquistas. Sob a liderança de Marcel Keizer, que o capitão leonino dê o seu contributo na luta pelo título e pelos objetivos, Taça de Portugal, Taça da Liga e Liga Europa.

Foto de Capa: Sporting CP

Comentários