Qual é o jogador que acompanhará Paulinho e Pote: Jovane ou Nuno Santos?

Uma das maiores discussões no onze base do Sporting CP, tem sido a escolha de quem é que vai ser o terceiro homem na frente de ataque do clube verde e branco.

Ambos os jogadores trazem consigo características que mais nenhum membro do plantel dos leões possui, mas ambos têm a mesma importância. Cada um deles consegue ser bastante importante no jogo, mas como jogam os dois na mesma posição, leva a que no final das contas, só um deles é que possa entrar no onze inicial escalado pelo técnico do Sporting, Rúben Amorim.

Jovane é um jogador que arrisca muito. O jovem extremo formado em Alcochete é um futebolista, que procura muito os terrenos centrais, mesmo sendo extremo. O futebolista cabo-verdiano, por norma, procura criar movimentos interiores, da faixa esquerda do tereno, para a direita conseguindo criar chances de perigo na baliza dos adversários. Para além disto, o número dez dos leões é extremamente criativo e muitas vezes, consegue “sacar um coelho da cartola”, no momento em que muitos dão o jogo como perdido, mas nem tudo são coisas boas, o jovem de vez em quando peca no fator decisão, algo que a meu ver Jovane, tem de melhorar, mas sem descorar a criatividade do mesmo.

Jovane Cabral vs Nuno Santos
Fonte: Carlos Silva / Bola na Rede

Depois de uma grande época, Nuno Santos começou a temporada como uma alternativa a Jovane, até ao momento, só foi titular no jogo contra o Belenenses SAD, e mesmo não estando nas escolhas iniciais ultimamente, devido às grandes do seu colega de equipa já referido no artigo: Jovane, o camisola 11 verde e branco, quando foi chamado à ação… não comprometeu, sendo um dos melhores jogadores em campo no único jogo em que começou no 11 inicial.

Anúncio Publicitário

Ao contrário do Jovane Cabral, Nuno Santos não procura tanto os espaços centrais do campo, é um jogador mais de se encostar à linha para cruzar para a grande área e de cobrir as subidas do ala, que joga do seu lado.

Outra diferença que podemos assinalar, entre os dois extremos esquerdos, é também do pé mais forte, já que o do Nuno Santos é o esquerdo, e o do Jovane é o direito. Parecendo que não, um canhoto do lado esquerdo é diferente de um destro do lado esquerdo, as movimentações e os processos serão sempre alterados, por culpa do “pé mais forte” de cada jogador em campo.

Por fim, outra grande diferença é que o Nuno Santos não é tão criativo como o Jovane, é um jogador mais “cerebral”, que não arrisca em demasia e sabe quando é tem de fazer algum movimento ou alguma jogada fora do habitual, para surpreender o adversário, isto acontece, porque o Nuno Santos já um futebolista com uma grande experiência da primeira liga portuguesa.

A meu ver, a escolha é bastante difícil, não só porque ambos os jogadores estão a jogar bem, mas também assim como o técnico do Sporting disse na conferência de imprensa, após o encontro contra o Belenenses SAD, os dois são diferentes. E por serem diferentes, acho que o método que Ruben Amorim implementou na escolha do 11 para ambos tem sido a correta, entra no 11 quem for o jogador mais indicado para o embate com o adversário. No último jogo o titular foi Nuno Santos, devido às características do Belenenses SAD, no próximo encontro que será contra o FC Famalicão, dependerá do que treinador quererá dos seus jogadores e das características do adversário.

Podemos dizer que são as boas dores de cabeça, que todos os técnicos gostam de ter.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome