sporting cp cabeçalho 2

Decorridas seis jornadas do campeonato nacional importa fazer uma breve reflexão sobre a prestação da equipa do Sporting Clube de Portugal até ao momento.

Trata-se de uma equipa verdadeiramente invencível: no campeonato conta com 6 vitórias em 6 jogos e as recentes exibições e vitórias na Liga dos Campeões, particularmente em Bucareste contra o Steaua e, mais recentemente, contra os gregos do Olympiacos, têm deixado a onda verde eufórica por esse Portugal e Mundo fora. Mas cautelas e caldos de galinha nunca fizeram mal a ninguém, diz a sapiência do nosso Povo. Muita água correrá sobre as pontes, que é como quem diz, correrá sobre as jornadas que ainda faltam para terminar o campeonato.

O Sporting apresenta um plantel, na minha opinião, algo superior relativamente aos outros dois rivais, o Futebol Clube do Porto e o Sport Lisboa e Benfica. Defensivamente, apresenta provavelmente a melhor dupla de centrais a atuar em Portugal: o uruguiaio Sebastián Coates e o francês Jérémy Mathieu. Percebemos, no último jogo contra o Tondela para a Liga NOS, mais uma qualidade do francês: a sua exímia capacidade de marcar livres. Temos, por isso, mais do que um central de qualidade, um homem para as bolas paradas para quando o livre for mais propício a um pé esquerdo.

O jornal A Bola referia, na sua edição do dia 18/09, que o golo de livre cobrado por Mathieu frente ao Tondela fez lembrar uma antiga glória de Alvalade: o brasileiro André Cruz. Vi todos os jogos do Sporting desde o início desta época e não me recordo de um erro crasso do francês que tenha comprometido o movimento defensivo da equipa. A não ser, valha o rigor e a verdade, uma jogada que acabou por dar um dos golos da equipa do Feirense na quinta jornada. Fora isso, Mathieu tem a folha limpa.

Anúncio Publicitário
Mathieu tem sido um dos baluartes da equipa neste início de época Fonte: Sporting CP
Mathieu tem sido um dos baluartes da equipa neste início de época
Fonte: Sporting CP

Quanto aos laterais, o jogo contra o Marítimo para a Taça da Liga na passada terça-feira em Alvalade deixou bem claro que o macedónio Stefan Ristovki está no plantel para lutar pela titularidade nesta equipa dos Leões. Realizou uma excelente exibição contra os madeirenses: muito bem no posicionamento defensivo, boa capacidade de transição defesa-ataque e excelente articulação com Iuri Medeiros, o seu “parceiro” no lado direito. Piccini que se cuide. Se o italiano continuar com as suas pífias exibições e a demonstrar a sua habitual insegurança em cada lance que disputa, Ristovki responderá com segurança e firmeza quando for chamado ao onze inicial.

Jonathan Silva, pelo lado esquerdo, mostra-se um jogador muito guerreiro dentro do campo, postura algo semelhante à de Coentrão, que tem sido o habitual titular. Ambos jogadores raçudos, cada um à sua maneira, ainda que o português possa ser ligeiramente superior ao argentino no que à experiência diz respeito, algo que é fundamental em jogos onde se exige alguma inteligência e prudência.