André Justino Henrique conhecido no mundo do futsal por Deo. O número dez leonino representou o Sporting CP durante 16 anos, tornando-se uma das referências na modalidade para os sportinguistas.

Deo iniciou a sua carreira no futsal, no Brasil, ao serviço do Cervicá. Em janeiro de 2002, o Sporting CP contratou o ala, que se viria a tornar uma verdadeira lenda no clube. Durante a sua carreira, apenas também representou os russos do KPRF Moskva, nas épocas 14/15 e 15/16.

Deo escreveu no Sporting CP uma história de sucesso. Ao longo de 16 temporadas conquistou 26 títulos: uma UEFA Champions League, oito campeonatos nacionais, seis Taças de Portugal, uma Taça da Liga, sete Supertaças e 3 Taças de Honra. O ala leonino somou um impressionante registo de 604 jogos e 295 golos marcados com a camisola verde e branca.

Anúncio Publicitário

A história do futsal e do Sporting CP confunde-se com a carreira de Deo. No dia 4 de janeiro de 2004, realizou-se o último jogo na Nave de Alvalade, o Sporting recebeu e venceu o Modicus, por 11-1. Nesta goleada, Deo foi o último jogador a marcar na antiga casa das modalidades dos leões.

Mais tarde, em setembro de 2017, realizou-se o primeiro jogo de futsal no Pavilhão João Rocha. O Sporting CP defrontava os Leões de Porto Salvo, na primeira jornada da fase regular do campeonato e Deo cumpriu o seu jogo 500 pelo clube.

Na época 2018/2019, o Sporting Clube de Portugal conquistou o único título que faltava ao seu palmarés, a UEFA Futsal Champions League, vencendo na final o Kairat Almaty, por 2-0. Na caminhada para o tão desejado trono europeu, Deo apontou três golos, em oito jogos. Na meia-final, o “baixinho” foi preponderante, apontando um dos golos, na vitória diante do Inter Movistar por 5-3. Na quarta final da UEFA Futsal que o Sporting CP disputou, finalmente conquistou a tão desejada glória.

Deo destacou-se pela sua qualidade técnica, pela velocidade e sobretudo pela qualidade com que finaliza. Ao longo destes 16 anos, vestiu o leão rampante, com Esforço, Dedicação e Devoção, contribuindo para a história e Glória do clube, na conquista de 26 títulos. O “baixinho” será para sempre uma lenda e uma referência do futsal leonino.

Obrigado, Deo!

Artigo revisto por Diogo Teixeira