spot_imgspot_img

    Luciano Vietto | A perda de um pequeno génio argentino

    Já tinha abordado as capacidades de Luciano Vietto na altura em que chegou a Alvalade. Agora é a vez de falar do argentino, naquela que é a sua despedida do reino do leão. O Sporting CP anunciou a venda ao Al Hilal por uma verba fixa de sete milhões, sendo que apenas irá receber metade, enquanto que a outra metade ruma ao Atlético de Madrid. Os leões conseguem assim um encaixe financeiro mínimo, acabando apenas por conseguir limpar a folha salarial de um dos melhores e mais bem pagos jogadores no seu atual plantel – auferia cerca de um milhão e meio líquidos por temporada. 

    Esta decisão, que deverá ter partido muito pelo jogador, (fará o melhor contrato na sua carreira, podendo chegar a receber cerca de 13 milhões de euros em três anos). Mas, também foi obra da direção leonina, analisando o facto de o Sporting CP apenas se encontrar inserido nas principais competições nacionais e acreditar ter um plantel grande para poucos jogos. 

    Luciano Vietto foi um dos jogadores em destaque na época transata – ainda que tenha sido bem atribulada a época leonina com quatro treinadores diferentes – onde foi o melhor reforço, acabando por ganhar ainda mais preponderância na ausência de Bruno Fernandes. No entanto, fica a ideia de que poderia ter dado ainda mais: em 40 jogos marcou nove golos e fez sete assistências. Na presente época, em cinco jogos, fez um golo e duas assistências – números bastante interessantes para um jogador que não foi titular indiscutível. 

    Cheguei a acreditar que Luciano Vietto poderia ser uma boa solução desportiva para o Sporting CP atual, olhando para o modelo e contexto, jogando na posição nove, quer seja sozinho, quer seja numa possível alteração estratégica – semelhante à sua entrada diante do FC Porto – que forçou os dragões a recuar e, por sua vez, colocou o Sporting CP mais destemido e mais próximo de zonas de finalização com maior presença na área adversária.

    O argentino, ao contrário do que aconteceu na época volvida, não tem sido titular e acaba por ser liberado do plantel leonino
    Fonte: Carlos Silva / Bola na Rede

    Não creio que seja o melhor timing para vender Luciano Vietto, à semelhança do que aconteceu no final do mercado na época passada, no qual não se conseguiu colmatar as ausências. Resta perceber como irá o Sporting CP adaptar-se neste momento, sendo que fica apenas com um ponta de lança de raíz no seu plantel – que atualmente não é titular – pois Luiz Phellype está lesionado, sendo que a equipa leonina vai revelando algumas dificuldades em chegar ao golo. O argentino é um jogador diferenciado, capaz de jogar entrelinhas e de dar maior critério e definição no último terço e que, apesar dos números da época passada, é de facto um jogador com faro de golo e com inteligência e capacidade para ser útil.

    Em suma, fica um sabor agridoce, pois até posso tentar compreender o negócio tendo em vista a pouca competição que o Sporting CP irá ter jogando praticamente de semana a semana, mas a verdade é que o Sporting CP contrata o argentino por sete milhões e meio na época transata – por 50% do passe – e passado um ano vende o jogador por sete milhões, onde apenas vai receber metade. Mais uma vez, o Sporting CP vende um jogador para poupar em salários – à semelhança do que aconteceu com Bas Dost – dando um sinal negativo da sua vida financeira, numa altura em que já amortizou mais de 40% das receitas do contrato com a NOS e onde até tem recebido algum dinheiro em transferências, como é o caso de Bruno Fernandes, Acuña ou até Wendel – perdendo assim mais um dos seus principais ativos.

    - Advertisement -
    spot_img

    Subscreve!

    Artigos Populares

    Confirmada a saída de avançado da AS Roma para a Turquia

    Está resolvida a questão de Nicolò Zaniolo. A AS...

    Sevilla CF apresentou proposta por defesa do San Lorenzo

    O defesa argentino de 23 anos de idade interessa...

    FC Inter aciona opção de compra por jovem médio

    Tem apenas 20 anos de idade, mas já conta...

    Basileia da Suíça anuncia saída do treinador-principal

    O FC Basel anunciou a saída do treinador-principal, Alex...
    Tiago Silva
    Tiago Silvahttp://www.bolanarede.pt
    Estuda Jornalismo na Escola Superior de Comunicação Social. Apaixonado pelo desporto, mas em especial pelo futebol e pelo Sporting Clube de Portugal. Tem um gosto especial por analisar e entender, os vários aspetos tácticos presentes num jogo de futebol. Tem ainda a ambição de se formar em Jornalismo Desportivo e de ser Treinador de Futebol. Por enquanto, mete sobretudo os seus conhecimentos em prática na escrita e no Football Manager.                                                                                                                                                 O Tiago escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

    1 COMENTÁRIO

    0 0 votes
    Article Rating
    Subscribe
    Notify of
    guest
    1 Comentário
    Oldest
    Newest Most Voted
    Inline Feedbacks
    View all comments
    luis
    luis
    2 anos atrás

    sportinguistas ,apesar de apoiar o Varandas ,concordo com o texto escrito sobre o vieto , devemos todos ter critica construtiva como o que foi escrito , se todas as facções se unirem em prol do sporting vamos ser maiores (afinal até hoje não temos derrota) um clube não pode vingar ter vitorias com esta guerilha permanente , quando ouver eleições votamos na continuidade ou noutro que tenha projeto diferente ,a democracia é assim, VIVA o SPORTING UNIDO SEM FAçÔES INTERNAS

    Bola na Rede