Matheus Pereira, avançado luso-brasileiro de 23 anos, é para muitos um dos melhores talentos que despontou na Academia de Alcochete. Com uma forte participação e contributo, especialmente nos escalões jovens dos Leões e na equipa B, foi emprestado ao CD Chaves – época de 2017/18 – e foi aí sob o comando de Luís Castro, que começou a confirmar todo o seu talento e que se mostra apto para a exigência de outro nível competitivo.

Matheus Pereira explodia na altura para um nível de rendimento que fazia prever que teria de ser opção e assumir um papel preponderante na equipa principal do Sporting CP. Sempre foi visível a sua qualidade técnica, no entanto, é nos flavienses que cresce em termos de critério e definição, executando no espaço e no timing certo, aliando isso na perfeição com as qualidades técnicas já referidas.

Volta ao Sporting CP e surge um problema com o técnico leonino, José Peseiro na altura, que coloca o luso-brasileiro em colisão com o staff e na porta de saída. E que falta faz atualmente no plantel leonino. No entanto, foi na Alemanha que encontrou a sua nova casa. Emprestado ao Nuremberga, a adaptação não foi fácil e somou poucos minutos. Apesar do futuro estar praticamente traçado há um par de meses, o atacante saiu bastante beneficiado com a saída do técnico Michael Kollner e do director desportivo Andreas Bornemann. Boris Schommers – ex-adjunto – que assume o comando interino e o novo director desportivo Robert Palikuca, vieram dar um novo alento ao avançado luso-brasileiro. Este último inclusive já assumiu que deseja continuar com o jovem para a próxima época.

Um jogador que tem estado a atravessar um bom momento nos últimos jogos, brilha agora no campeonato alemão e tem sido alvo de bastantes elogios. “Ele pode ser um jogador diferenciador. Coloca a equipa em situações nas quais ficamos com a sensação de realização.” afirmou Robert Palikuca.  Mas não ficou por aqui: o próprio site oficial da Bundesliga já comparou o jovem com o atacante egípcio Mohamed Salah.

Matheus Pereira tem estado em destaque e procura na próxima época afirmar-se no clube leonino
Fonte: Sporting CP

Numa altura em que o Sporting CP prepara já também a sua próxima época desportiva, é necessário garantir já a presença de Matheus Pereira nos quadros da equipa principal. Apesar de ter alguns problemas de disciplina, é um processo que poderá melhorar e se for acompanhado certamente resolverá isso. É um jogador que gosta e sabe driblar, que tem um bom remate de meia distância, que possui uma visão de jogo e qualidade no passe tremenda, com ainda uma capacidade para procurar passes entrelinhas e procurar terrenos mais interiores – sobretudo se jogar no lado direito do ataque. Será um acrescentar de qualidade enorme ao plantel, sobretudo num plantel que conta com extremos inconsistentes e em que nenhum possui as características do luso-brasileiro – principalmente se falarmos de Diaby e Jovane Cabral, sendo que Raphinha acaba por ser inconstante ao longo da época.

Recordemos que Wendel também não foi opção inicial com alguns treinadores e acabou por ser aposta com Marcel Keizer e a justificar bem essa aposta. Matheus Pereira precisa do mesmo. Precisa de oportunidade e de ser uma aposta continua e de provar o seu valor com a verde e branca ao peito.

Resta esperar que Marcel Keizer volte à sua génese de apostar nos jovens – como fez quando chegou a Portugal – e dê mais oportunidades aos jovens. Matheus Pereira merece e será chocante caso o Sporting CP desperdice mais um talento da sua Academia, sobretudo numa altura em que atravessa um período conturbado financeira e desportivamente.

Foto de Capa: Bola na Rede

artigo revisto por: Ana Ferreira

Comentários