O mês de janeiro é, para o futebol europeu em particular, um período decisivo nas contas dos campeonatos nacionais. Além disso, reabre o sempre entusiasmante mercado de transferências, que volta a agitar dia a dia dos clubes. No próximo mês, Frederico Varandas terá uma nova oportunidade para ganhar alguns pontos com os adeptos, não podendo falhar, já que a contestação continua, apesar do bom momento da equipa.

No caso do Sporting CP, e apesar dos resultados muito acima do que era esperado, o banco de suplentes precisa de ser reforçado e na equipa titular surgem algumas posições identificadas para receber possíveis reforços neste mercado de janeiro. A posição mais necessitada seria, sem dúvida, o centro do ataque. Sem uma referência goleadora desde a saída do holandês Bas Dost, os leões já apostaram em Luiz Phellype e Andraz Sporar, mas nenhum deles realmente convenceu.

Chegou-se a falar do regresso de Slimani, outra grande figura dos leões neste século, mas a vinda do argelino não se concretizou. Paulinho, avançado do Sporting Clube de Braga, é outra opção forte para a equipa de Rúben Amorim. O jovem treinador conhece-o bem, assim como o avançado de 28 anos conhece a Liga NOS, pelo que poderia ser uma boa aquisição para o imediato.

No setor mais recuado, paira neste momento a dúvida sobre Luís Neto. Tido como ‘’patinho feio’’ por grande parte dos sportinguistas, a realidade é que tem melhorado de jogo para jogo, apesar das suas claras limitações em certas facetas do jogo, como na construção a partir de trás. No entanto, a sua capacidade de liderança é algo importante a ter em conta, evidenciada em momentos mais complicados para o Sporting CP, uma equipa bastante jovem e que precisa de referências no balneário.

Anúncio Publicitário

Por outro lado, Eduardo Quaresma, um dos jogadores mais promissores do plantel, teima em afirmar-se definitivamente na equipa principal dos leões, pelo que fica a dúvida de quem deveria atuar no lado direito da defesa. No verão, Lyanco foi apontado como um dos possíveis reforços, mas o defesa-central brasileiro do Torino acabou por ficar em Itália, onde tem sido titular.

Desde o início do seu percurso como leão, Luís Neto ainda não conseguiu reunir consenso quanto às suas performances
Fonte: Carlos Silva / Bola na Rede

Quanto a Paulinho, ficou, renovou e continuou a jogar pela equipa de Carlos Carvalhal. Ainda assim, é importante lembrar que o mesmo terá feito força para sair para o Sporting CP no último mercado, até porque quando um jogador de um clube como o SC Braga recebe uma proposta de um clube com a grandeza do Sporting CP, e independentemente da situação de ambos os clubes, o clube de Alvalade será sempre mais apetecível, quer a nível financeiro, quer a nível de visibilidade – e no caso de Paulinho, teria em conta uma possível convocatória para o Campeonato da Europa do próximo ano,  – que seria mais fácil de conseguir a jogar pelos leões.

Noutra perspetiva, será interessante verificar se Antunes ficará ou não em Alvalade – Matheus Reis já estará, em princípio, a caminho – e Nuno Mendes dificilmente perderá a titularidade para o brasileiro. O colombiano Cristián Borja não tem convencido e poderá também ser transferido, já que esteve a um passo de rumar ao Palmeiras de Abel Ferreira há relativamente pouco tempo.

No outro lado da defesa, Stefan Ristovski está afastado desde o início da nova época e dificilmente voltará a jogar de leão ao peito. O lateral macedónio, apesar de estar em bom plano pela sua seleção, não faz parte dos planos de Rúben Amorim, pelo que será obrigatório para o Sporting CP fazer um bom encaixe financeiro por um jogador internacional e com algum mercado.

Será também interessante ver o que futuro reserva para Gonzalo Plata. O jovem equatoriano, apesar do enorme potencial, ainda não se afirmou no Sporting CP, principalmente no esquema de Rúben Amorim. Ao serviço da seleção do Equador, tem brindado os equatorianos com grandes exibições, pelo que o seu caso no Sporting CP é algo estranho. Um empréstimo de dois anos a um clube estável do nosso campeonato, tal como aconteceu com João Palhinha, poderia ser uma opção a considerar num eventual negócio com o Braga por Paulinho.

Por fim, Renan Ribeiro, Bruno Gaspar, Tiago Ilori, Rafael Camacho, Ivanildo Fernandes e Lumor, todos eles afastados, serão outros jogadores a serem colocados. Será importantíssimo para o Sporting CP fazer um bom encaixe com estes ativos, dada a atual situação financeira do clube, que não é das melhores, de acordo com o último Relatório & Contas. Veremos o que janeiro nos reserva e esperemos que seja melhor do que o do ano passado.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome