Anterior1 de 2Próximo

sporting cp cabeçalho 1

Chegou a “silly season” de apontar culpados à não vitória do Sporting Clube de Portugal no campeonato português…

Ora bem, vamos lá ver se não me falta algum culpado:

  1. Foi o Carrillo, esse traidor que a meio/início da época decidiu ir para o nosso rival;
  2. Foi o Ruiz, ao falhar aquele golo escandaloso em Alvalade frente ao Benfica (e noutros jogos, nomeadamente Guimarães);
  3. Foi o Teo, que amuou na 2.ª volta e não queria regressar a Alvalade;
  4. Foi o Jesus, que teve pouca humildade e humilhou colegas de profissão;
  5. Foi o Bruno de Carvalho, que não sabe estar calado e fala demais;
  6. Foi a Direcção de Comunicação do Sporting, que não soube manter o presidente calado;
  7. Foram os adeptos, que cantaram de galo cedo demais;
  8. Foram os jogadores, que embandeiraram em arco cedo demais com a vantagem pontual perante alguns rivais;
  9. Foi a falta de experiência da equipa em saber lidar com a pressão;
  10. Foram as lesões nos centrais do Sporting;
  11. Foram os jogadores que Jesus pediu e acabaram nos rivais (e outros simplesmente não vieram);
  12. Foi o William, que quebrou;
  13. Foi o facto de termos mandado o Montero embora por meia dúzia de tostões e apanhar um velho Barcos…
Estes jogadores derão tudo o que lhes foi permitido dar Fonte: Sporting CP
Estes jogadores deram tudo o que lhes foi permitido dar
Fonte: Sporting CP

São tantas as teorias, são tantas as ideias dos adeptos, são tantas as imposições da comunicação social para fazer parecer que o Sporting está em crise… Não, não estamos em crise.

Sim, podemos não ganhar o campeonato, mas ninguém o prometeu, ninguém garantiu isso. Ficou garantido, sim, que iríamos lutar até ao fim. Alguém acreditava que na última jornada o campeão ainda não estaria decidido?

Querem melhor maneira de cumprir a promessa do que lutar até ao último minuto? Sim, não dependemos de nós próprios, mas também dependemos de nós.

Tudo o que esta Direcção, este treinador, os jogadores e os adeptos prometeram cumpriram.

A Direcção a dirigir, o treinador a comandar, os jogadores a deslumbrar e os adeptos a gritar…

Anterior1 de 2Próximo

Comentários