sporting cp cabeçalho 2

Algo tinha de mudar no Sporting Clube de Portugal para esta época de 2017/2018 e passos fortes foram dados nesse sentido.
No ano passado, Jorge Jesus perdeu o balneário e os Leões pareciam desorientados: a estrutura parecia estar em confronto com a equipa técnica, os jogadores pareciam estar desmotivados… então este ano a solução passava por uma limpeza. Quer no balneário, quer na estrutura. Algumas mudanças na estrutura já aconteceram e a equipa também está mais à medida do treinador (conjugação de academia com jogadores experientes). E será que na estrutura o tão proclamado “bufo” que o BdC aponta não foi já detectado?

É verdade que a pré-época do Sporting não foi “brilhante”, mas acredito que o treinador verde-e-branco está a fazer testes sobre tudo e todos e acho que a apresentação do plantel no passado sábado foi mais um sinal disso. Neste momento todos os jogadores estão na equação do Sporting. Lutem e trabalhem e pode ser que consigam um lugar ao sol no plantel principal. Nesta altura todo e qualquer sportinguista é treinador de bancada e todos têm uma opinião vincada sobre quem devia ou não permanecer no plantel, sobre quem devia ou não ser titular no Sporting. Mas é impossível fazer uma época com 33 jogadores e é impossível fazer com que alguns jovens promissores que temos no plantel possam vir a crescer, se não lhes derem os minutos que eles precisam jogar para evoluir. Mas não podemos neste momento pedir ao Jesus que dê tempo a um jogador que está em “evolução”. Neste momento todos precisamos de vitórias e títulos e o tempo (esse bem tão precioso) para fazer evoluir alguns jogadores não existe neste momento.

Esta dupla se se mantiver poderá dar muito que falar. A irreverência e velocidade que os dois jogadores conseguem imprimir ao jogo dá uma magia à equipa do Sporting que poderá ser um problema para os adversários. Fonte: Sporting TV
Esta dupla se se mantiver poderá dar muito que falar. A irreverência e velocidade que os dois jogadores conseguem imprimir ao jogo poderá ser um problema para os adversários.
Fonte: Sporting TV

Por isso é que os jogadores que este ano reforçaram o Sporting, na grande generalidade, são atletas de créditos já comprovados e que já mostraram o seu futebol de alguma forma. Doumbia, Mathieu, Coentrão, Bruno Fernandes, foram os que já mais mostraram no seu passado desportivo e depois junta-se uma juventude e irreverência de Podence, Iuri Medeiros, Acuña (não é um jovem totalmente, mas enquadra-se mais neste campo).

Pessoalmente, do que vi na apresentação da equipa, sinto que nos faz falta um defesa-direito de créditos vincados para termos um bom plantel na generalidade (isto se nenhum dos intocáveis Bas Dost, Rui Patrício, Gelson Martins, William e Adrien saírem).
Também do que presenciei na apresentação, se aquela dupla de “pulgas eléctricas” se entender bem, temos um caso sério para resolver. Os tubarões de futebol desta Europa rapidamente vêm buscar os dois.

Anúncio Publicitário

Uma apresentação vale o que vale, mas sinceramente fiquei agradado com o que vi. Uma equipa com algum fio de jogo, com possibilidade de mudança de estratégia e táctica, jogadores diferenciados entre si que podem acrescentar algo ao plantel. Os únicos “red flags”? O lado direito da defesa: “João Pereira veio deixar saudades de Cédric, Schelotto veio deixar saudades de João Pereira, será que Piccini vai deixar saudades de Schelotto? Será que o nosso 4º central tem “arcaboiço” para aguentar um jogo “grande”? Continua a parecer-me demasiado inseguro, apesar de todo o potencial que demonstra.

Este novo Sporting parece ter-se preparado bem para a nova época desportiva que se avizinha. Claro que ainda há muito trabalho a fazer, mas que venha a competição a sério.

Foto de Capa: Forum SCP

Comentários