No final de Agosto de 2018, é anunciado por Sousa Cintra a chegada de Nemanja Gudelj ao Sporting Clube de Portugal, a título de empréstimo, depois de ter dado muito trabalho à administração do clube leonino, tal como referiu Sousa Cintra na apresentação do jogador.

O jogador sérvio chegou ao Sporting proveniente dos chineses do Guangzhou Evergrande para jogar ao lado de Battaglia, depois da saída de William Carvalho. No entanto, com a lesão do argentino, e apesar de se sentir mais confortável a jogar a “oito” foi Gudelj o eleito para jogar na posição mais recuada do meio campo.

O centro-campista chegou com o “rótulo” de ter muita qualidade no remate de meia/longa distância, uma caraterística que agrada a qualquer amante do futebol e os sportinguistas não são exceção. Contudo, até ao momento, o jogador ainda não fez com que os adversários ficassem com os “olhos em bico” com os seus golos. Provavelmente, muito por culpa do seu posicionamento em campo.

As expetativas eram altas em relação à qualidade de Gudelj, e aqui, penso que era uma opinião da maioria dos sportinguistas. Nos primeiros jogos, não correspondeu às minhas expetativas e acabou por me desiludir, tal como o facto do mister manter a aposta no jogador.

O médio sérvio já afirmou que quer ficar na equipa leonina
Fonte: Sporting CP

Com a chegada de Marcel Keizer, o meio campo leonino sofreu uma pequena revolução, sobretudo pela aposta em Wendel para completar o tridente iniciado por Gudelj e Bruno Fernandes. Apesar das vitórias e algumas delas com goleadas, alcançadas nos primeiros jogos com Keizer no leme da equipa, o jogador sérvio não conseguiu conquistar o Universo Leonino.

“Quem ri por último, ri melhor”, que expressão tão adequada ao jogador sérvio. Nos últimos meses tem sido um dos jogadores mais preponderantes dos leões e em crescendo, conseguindo impor o seu futebol, quer no aspeto defensivo com inúmeros desarmes, quer na transição para o ataque. Acredito que ainda vai conseguir faturar num remate de meia distância.

Numa fase em que se prepara a próxima temporada, um dos “dossiers” que está em cima da mesa é a continuidade ou não do sérvio em Alvalade. Depois de considerar no início da temporada que não era jogador à Sporting, neste momento julgo que Gudelj pode ser uma peça importante nas próxima temporadas.

Força Sporting Clube de Portugal!

Foto de Capa: Sporting CP

Comentários