O Sporting CP volta a erguer a supertaça feminina pela segunda vez na sua história. Depois da conquista em 2017, as leoas voltaram a erguer o troféu, no estádio do Restelo, ao vencer o eterno rival, SL Benfica, por duas bolas a zero, no primeiro jogo oficial da época. Os golos foram apontados: pela nova aquisição, Brenda Pérez ao minuto 51´ e por Joana Marchão, quase mesmo a chegar ao final do jogo (minuto 86′).

Insiste, persiste e não desiste: eis @jmarchao5 🙌

Foi assim o 2.º golo das Leoas na #Supertaça 🏆 #FutFemSCP pic.twitter.com/9VptcN83iY

— Sporting CP Futebol Feminino (@FutFemSCP) August 29, 2021

Anúncio Publicitário

Análise do Sporting CP

Antes de falar do jogo propriamente dito, é necessário de falar do que se passou nos últimos meses em Alvalade, mais concretamente na equipa feminina.

Após a época passada, o Sporting ter perdido o campeonato para o Benfica, foram feitas várias mudanças radicais no clube. Saíram várias jogadoras e algumas bastante importantes como: Ana Capeta, Patrícia Morais e Nevena Damjanovic, entre outras. Estas saídas também obrigaram a que o clube fosse ao mercado colmatar as saídas e tivemos alguns reforços sonantes. Entre eles, a guarda-redes Doris Bacic, a internacional bósnia Melisa Hasanbegović, Brenda Pérez e o regresso a casa da internacional portuguesa Diana Silva.

Não foi só a partir do mercado de transferências que este equipa foi montada. A aposta em várias jovens, algo que já tinha algum andamento da época anterior, continuou e ainda com mais força. Várias jovens jogadoras do clube, a assumirem um papel ainda mais determinante e adivinhem-se que muitas delas deverão bastante importantes para o decorrer na época, espera que jogadoras como por exemplo: Marta Pereira, Joana Martins, Alicia Correia e Carolina Beckert assumam alguma importância na equipa. Estes reforços e as jovens que terão ainda mais oportunidades também vão ter que ser ajudadas pelas jogadoras com mais anos de casa, a meu ver, foi importantíssimo o Sporting ter conseguido manter jogadoras como a Ana Gomes e a Fátima Pinto, pois já têm vários anos de casa, e através da sua experiência e qualidade, conseguirão levar o clube aos mais altos voos.

Outra mudança importante foi feita do camando técnico. A saída de Susana Cova abriu espaço que a jovem treinadora Mariana Cabral, assumisse a equipa principal feminina do Sporting. Uma treinadora a quem muitos já adivinhavam um grande futuro pela frente, na época anterior, a treinadora das leoas comandava a equipa B do clube.

𝐁𝐀𝐂𝐊𝐒𝐓𝐀𝐆𝐄 𝐒𝐏𝐎𝐑𝐓𝐈𝐍𝐆 🎥

A 2.ª Supertaça da história do @FutFemSCP foi assim… 🏆🟢⚪
👉 https://t.co/4hRYQRylg4 pic.twitter.com/IiCkW4uh3Y

— Sporting Clube de Portugal 🏆 (@Sporting_CP) August 29, 2021

Resumo do jogo

O jogo ficou marcado não só marcado pelo grande espetáculo de ambas as equipas, mas também pelo regresso do público aos estádios em jogos de futebol de equipas femininas em Portugal.

O encontro até começou melhor para o lado do Benfica. A equipa da luz obrigou a que o novo reforço para a baliza leonina: Doris Bacic, a fazer grandes intervenções. Até ao final da primeira parte, o resultado manteve-se igual, e até então, o jogo estava bastante equilibrado, com oportunidades para ambos os lados.

Após o intervalo, o jogo já foi outro. Após uma grande arrancada deixando a defesa do Benfica para trás, Diana Silva conseguiu assistir para Brenda Pérez para o seu primeiro golo com a camisola verde e branca, posto isto, o Sporting fica em vantagem. Até ao final do jogo, ambas as equipas criaram oportunidades e ficou foi sempre bastante equilibrado, até que, uma grande pressão defensiva do Sporting CP fez com que a guarda-redes do Benfica, Lelê, fizesse um mau passe, e que a recém-entrada em campo, Joana Marchão, marcasse o segundo golo das leoas, fechando assim a vitória do Sporting diante do Benfica e tornando-se o único clube a erguer duas vezes a supertaça.

Que 𝗥𝗘𝗚𝗥𝗘𝗦𝗦𝗢 🤩@dmasilva19 voltou e logo com uma assistência para golo 😎 #FutFemSCP pic.twitter.com/D2nEgnfkkv

— Sporting CP Futebol Feminino (@FutFemSCP) August 30, 2021

O que se adivinha daqui para a frente?

O Sporting na minha opinião, tem um projeto já definido, ao comando de uma treinadora jovem e ambiciosa, vejo um plantel também ele jovem e ambicioso auxiliado por algumas jogadoras de renome nacional. Este projeto tem tudo para dar certo, parece-me ter um planeamento para não só ganhar agora, mas também no futuro.

Prevejo que a conquista da supertaça, será a primeira de muitas nesta “nova” e no futuro, esta equipa trará bastantes alegrias aos adeptos.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome