A análise aos calendários das equipas é sempre algo subjectivo de se fazer. Todos fazem o mesmo numero de jogos e fazem exatamente os mesmos jogos.
Neste sentido, só faz sentido analisar o calendário das equipas mediante meras especulações.

É de realçar que focaremos esta análise única e exclusivamente nos jogos referentes ao campeonato, dado que esse é único calendário já conhecido.

Assim sendo, comecemos pelo mês que dá início à Liga NOS. Uma deslocação a Moreira de Cónegos logo a abrir, a receção ao Vitória Futebol Clube e, para acabar em beleza, uma deslocação ao Estádio da Luz. É quase impossível fazer previsões numa fase ainda tão prematura da temporada, mas a verdade é que o mês de agosto não se avizinha lá muito complicado. À exceção do jogo frente ao Benfica, os jogos frente a Moreirense e Vitória aparentam ser acessíveis.

Continuando, Alvalade receberá, no mês de setembro, o Feirense e o Marítimo. Pelo meio, os leões deslocam-se ao norte para defrontar o Braga. Este vai ser, em princípio, um mês de semelhante dificuldade comparativamente com o mês de agosto: apesar de haver uma deslocação à Luz no primeiro mês da época, há também uma difícil deslocação a Braga e tanto Feirense como Marítimo aparentam ser adversários mais difíceis do que Moreirense e Vitória; no entanto, os leões têm duas deslocações no mês de agosto e só saem de casa uma vez no mês de setembro.

O Sporting tem duas deslocações complicadas nos dois primeiros meses
Fonte: Sporting CP

Por sua vez, o mês de outubro inicia-se com um embate frente ao Portimonense de António Folha. Os homens de Peseiro viajarão até Portimão para defrontar os homens do antigo treinador do Porto B, que nesta pré-época venceram o Futebol Clube do Porto. Depois, só no final do mês é que o Sporting volta a entrar em campo e com uma receção ao Boavista.
Tal como o mês de outubro, Novembro terá também dois jogos para o campeonato: uma deslocação ao Açores para defrontar o Santa Clara e o jogo em casa frente ao Desportivo de Chaves.

Anúncio Publicitário

O mês de dezembro será, à partida, um mês complicado para os leões. O Sporting recebe o Nacional, visita Guimarães e recebe o Belenenses e visita o Tondela.
A primeira volta termina no mês de Janeiro, recebendo o Belenenses, visitando o Tondela e recebendo o Futebol Clube de Porto na última jornada.

Em suma, o calendário até se avizinha “simpático” para os homens de Alvalade mas todas estas análises são subjetivas, mais que não seja porque a época ainda nem sequer começou.

Foto de Capa: Sporting CP