Anterior1 de 11Próximo

As contratações do Sporting CP podem ser resumidas a uma frase: o barato sai caro. Nos últimos anos, os adeptos leoninos foram habituados a inúmeras contratações de baixo preço, em que poucas se aproveitaram e tanto a equipa como o mealheiro sofreram com isso. Estamos a chegar ao final de mais uma época e é notória a necessidade de contratação de reforços de qualidade e a venda de jogadores que… Nunca deveriam ter vestido a camisola verde e branca.

Nas últimas duas épocas que dinheiro foi “deitado fora” em contratações que se demonstraram desnecessárias? Apresentamos de seguida as que consideramos que não compensaram o investimento.

Época 2018/2019

Bruno Gaspar 4,50M
Abdoulay Diaby 4,50M
Idrissa Doumbia 3,80M
Cristian Borja 3,20M
Nemanja Gudelj 3M (taxa de empréstimo)
Tiago Ilori 2,40M
Emiliano Viviano 1,90M

 

Anúncio Publicitário

Época 2019/2020

Valentin Rosier 5M
Eduardo Henrique 3M
Jesé Rodríguez 2M (taxa de empréstimo)

 

Só nas duas últimas épocas foram gastos 33,30 milhões de euros em jogadores que não demonstraram qualidade ou que não foram bem aproveitados pelo clube leonino. Fora os ordenados destes jogadores e dos que vieram a custo zero ou por empréstimo que acrescentaram pouco ou nada à equipa verde e branca. Pode-se também acrescentar os ordenados e indemnizações dos treinadores que foram passando pelo Sporting CP. Podia ter sido um belo mealheiro… Uma maior consciência e estratégia financeira pode ajudar o clube verde e branco a atingir outros patamares.

Anterior1 de 11Próximo

Comentários