sporting cp cabeçalho 1

Desde que me lembro, sempre que me desloco a Alvalade para assistir a um jogo de futebol, sinto a empatia que os adeptos têm com o seu clube, o Amor que os move pelo mesmo, e os ambientes de união da família sportinguista, antes, durante e após os jogos.

No entanto, também sempre senti que faltava algo mais. Ali, em Alvalade, para definitivamente se criar um ambiente familiar, onde todos os sportinguistas para além dos dias de jogos se pudessem deslocar com as suas famílias, onde, a qualquer hora, pudessem ir reviver os valores do nosso clube, onde pudessem renovar e reviver os ideais que nos fazem ser Sporting.

Sinto isso ainda mais desde que fui pai. E, pertencendo a uma família numerosa, sempre dei importância à união de uma família, da possibilidade de poder reuni-la sempre que possível.

Hoje, ao passar em Alvalade, posso ver essa ideia crescer a cada dia que passa.

Anúncio Publicitário
Falta pouco para estes pavilhões terem uma casa própria Fonte: Sporting CP
Falta pouco para estes campeões terem uma casa própria
Fonte: Sporting CP

O facto de se ter criado um projecto a que eu chamaria “Cidade do Sportinguismo”, onde poderemos reviver todas as vitórias do nosso clube, não só do futebol mas de todas as modalidades do clube, onde poderemos passear os nossos filhos a uma qualquer tarde ou dia, onde possamos mostrar os momentos e os artistas que nos fizeram sentir orgulho em sermos Sportinguistas, faz-me sentir que se vai criar uma maior união entre os Sportinguistas, e servirá para resgatar “almas” que se poderiam perder e escolher the dark side of the force.

No centro deste projecto irá estar instalado o Pavilhão João Rocha, a casa das nossas modalidades. Será esse o ex libris deste projecto. Será aqui que poderemos assistir a grandes vitórias de modalidades que, até aqui, têm andado a festejar títulos em pavilhões alheios.