O campeão nacional, Sporting CP, prepara a nova temporada 2021/2021. Uma época que será exigente, com Liga dos Campeões e o objetivo de conquistar todas as provas internas: campeonato, Taça de Portugal, Taça da Liga e Supertaça, jogo a jogo.

Nesse sentido, poderão chegar reforços, para posições-chave que venham acrescentar qualidade ao plantel e aumentar as soluções para o treinador, Ruben Amorim. Sendo certo que o grande desafio será conseguir “segurar” talentos que deram nas vistas na última temporada e que irão disputar o Euro 2020: Nuno Mendes, João Palhinha e Pedro Gonçalves.

Na baliza leonina e no eixo defensivo, não deverão existir alterações na constituição do plantel. O Sporting CP conta com dois guarda-redes de enorme qualidade, António Adán e Luis Maximiano. Quanto aos defesas-centrais, os leões têm soluções suficientes, quer em qualidade, quer em quantidade. Tendo os jovens, Eduardo Quaresma e Gonçalo Inácio dois talentos para o futuro.

Nuno Mendes está na iminência de uma saída e é associado ao Manchester City
Fonte: Carlos Silva / Bola na Rede

No meio-campo leonino, o plantel necessita de um jogador que possa ser alternativa a João Palhinha e por isso, deve chegar um reforço para jogar na posição “seis”. Para a posição “oito” o Sporting conta com Matheus Nunes, Daniel Bragança e tem ainda por fechar o dossier “João Mário”.

Anúncio Publicitário

Nas alas, os leões necessitam de recorrer ao mercado, com a saída de João Pereira, há a necessidade de ter um jogador que possa ser alternativa a Pedro Porro. Para a ala esquerda, o Sporting CP conta com Antunes e Nuno Mendes. No entanto, o jovem formado em Alcochete foi um dos atletas que mais se valorizou e por isso terá vários clubes interessados, tendo um valor de mercado de 25 milhões e uma cláusula de rescisão fixada nos 70 milhões. Nesse sentido, numa eventual saída do jovem craque, pode o Sporting CP reforçar a ala-esquerda.

Nas três posições da frente, no modelo 3-4-3 de Rúben Amorim, o Sporting CP não deve ir ao mercado. No centro do ataque haverá o regresso de Sporar e ainda Luiz Phellype que voltará de lesão, que podem continuar no plantel, sendo dois “reforços” para a nova temporada, sendo alternativas a Paulinho. Para as restantes posições, os leões têm qualidade e talento suficientes, para a exigência da próxima temporada – Pedro Gonçalves, Tabata, Tiago Tomás, Jovane Cabral, Gonzalo Plata e Nuno Santos.

Andraz Sporar voltará a ser opção de Rúben Amorim
Fonte: Carlos Silva / Bola na Rede

O Sporting CP deve ter assim como prioridade: a chegada de um médio-defensivo e dois alas, para a próxima temporada. No entanto, existem ainda jogadores que poderão integrar o plantel, os jovens da formação e os atletas que estiveram ao serviço de outros clubes por empréstimo na última temporada. O leão terá de se reforçar, para ficar ainda mais forte e continuar a conquistar a glória!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome