Numa altura em que as atenções mediáticas estão centradas em Bruno Fernandes e na sua eventual (quase certa) transferência para um dos clubes de Manchester, pouca atenção tem sido dada aos restantes dossiês, com os quais a SAD sportinguista terá de lidar nos próximos tempos. Alguns negócios estão já concretizados e fechados. Um deles é a saída de Jonathan Silva que ficará em definitivo no CD Leganés, clube onde estava emprestado desde a presente época desportiva.

O clube da capital espanhola adquiriu o passe do argentino por um valor a rondar os 3M€, entrando mais uns “trocos” para os cofres de Alvalade por objetivos ao longo da época. Tendo em conta que o Sporting o “resgatou” por uma cifra de 1.25M€ na época 2014/2015 aos Estudiantes da Argentina, trata-se de uma recuperação considerável do seu investimento (1.75M€). Mas se olharmos para o plantel e para as opções disponíveis para Marcel Keizer não ficamos muito satisfeitos com a oferta para essa posição pois não será certamente Jefferson que substituirá Borja de forma indiscutível caso este falhe por algum motivo. Além disso, as prestações de Jonathan Silva na presente época não passaram despercebidas dos principais emblemas do futebol espanhol, desde logo do Atlético de Madrid: já em abril deste ano, corria tinta sobre o facto de o argentino estar na órbita dos colchoneros.

O jovem argentino está a agradar no clube primodivisionário espanhol
Fonte: CD Leganés

O Sporting já percebeu que terá de ir ao mercado para contratar mais um defesa esquerdo que dê outro tipo de garantias para a posição e que se afirme como um substituto credível ao colombiano Cristián Borja. Nesse sentido, correm rumores de que o clube de Alvalade poderá estar interessado em Mário Rui do Nápoles uma vez que, a avaliar por alguma imprensa nacional e internacional, o internacional português está descontente no clube italiano e, mais concretamente, com o treinador da equipa.  Alguns jornais noticiaram que o cenário mais provável para Rui será o regresso a Portugal e, mais concretamente, a um dos dois principais clubes de Lisboa: Sporting ou Benfica, clubes aliás onde fez a sua formação. Mas as investidas do Sporting para levar o lateral-esquerdo luso podem estar complicadas pois os Napolitanos já há muito que estão interessados em Alex Grimaldo do SL Benfica e podem muito bem anexá-lo na operação “Mário Rui”. Será que os Leões têm um trunfo maior na manga para levar o internacional português para Alvalade?

Com o mercado de transferências a movimentar-se à medida que se aproxima o final da época, muito se há-de dizer, escrever e falar. Mas o que é facto é que com a saída de Jonathan Silva em definitivo de Alvalade, as opções para a lateral-esquerda leonina encurtaram-se. É que Borja, apesar de bom jogador, requer um suplente à altura e que dê garantias no imediato. De referir que também Jefferson pode estar de saída de Alvalade, tendo clubes espanhóis interessados na sua contratação, nomeadamente o Deportivo da Corunha, o Eibar ou o Albacete, o que gera ainda maior premência numa contratação para esta posição. A ver vamos como o Sporting se movimentará no mercado de transferências que se avizinha.

Anúncio Publicitário

Foto de Capa: Bola na Rede

artigo revisto por: Ana Ferreira

Artigo anteriorEm busca da glória: Os 23 convocados para a Liga das Nações
Próximo artigoAntevisão – GP França
O Simão é psicólogo de profissão mas isso para aqui não importa nada. O que interessa é que vibra com as vitórias do Sporting Clube de Portugal e sofre perante as derrotas do seu clube. É um Sportinguista do Norte, mais concretamente da Maia, terra que o viu nascer e na qual habita. Considera que os clubes desportivos não estão nos estádios nem nos pavilhões, mas no palpitar frenético do coração dos adeptos e sócios.                                                                                                                                                 O Simão escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.