No futebol, tal como na vida, o mal de uns acaba por ser o bem de outros. A mais recente cogitação na baliza leonina é a prova disso mesmo: a lesão de Viviano permitiu que Salin brilhasse e se afirmasse como uma opção válida para José Peseiro.

Ao que aparenta, os dois guarda-redes têm algumas semelhanças: ambos são jogadores altos (o italiano tem 1,95 metros e o francês mede menos dez centímetros). Todavia, os dois guardiões diferem nos clubes por onde já passaram. Enquanto Viviano passou por clubes como Arsenal, Sampdoria e Inter, Salin fez carreira em clubes como o Lorient, a Naval e o Marítimo. Todavia, o italiano é algo desconhecido no futebol português e o francês já deu que falar pelas boas exibições no futebol português em clubes como o Marítimo.

Viviano tem provas dadas lá fora, mas ainda não demonstrou nada aos adeptos leoninos
Fonte: Instagram Sporting Clube de Portugal

Viviano foi contratado ainda na era ‘Bruno de Carvalho’ e aparentava ser o guarda-redes titular do Sporting para a temporada de 18/19. Contudo, lesionou-se ainda antes da primeira jornada e a sua lesão abriu a porta a Salin, que nunca se tinha confirmado como uma opção válida de leão ao peito muito por causa de Rui Patrício nas épocas passadas. Salin tem brilhado nas três partidas que já realizou e fez um autêntico ‘brilharete’ na Luz, tendo sido considerado por muitos o melhor jogador em campo, mas ainda assim deu uma ‘fífia’ no jogo em casa frente ao Vitória de Setúbal e a sua presença na baliza leonina não dá a segurança desejada.

Segundo as mais recentes informações disponibilizadas pelo Sporting e pela restante comunicação social, Viviano já está apto e os sportinguistas deparam-se agora com a questão: terá Salin ultrapassado Viviano ou o italiano será mesmo o titular de José Peseiro?

Foto de Capa: Sporting CP

Artigo revisto por: Beatriz Silva

Comentários