rugir do leao duarte

O Sporting recebeu e venceu este sábado a equipa Romana, conquistando assim mais uma vez o Troféu 5 Violinos. A equipa de Alvalade demonstrou grandes melhorias relativamente aos jogos anteriores, e, apesar de ainda faltarem limar algumas arestas, penso que os sportinguistas podem estar confiantes relativamente ao desfecho do encontro da Supertaça frente ao Benfica.

Jorge Jesus fez alinhar um 11 com algumas surpresas: a dupla de centrais, ao contrário daquilo que tinha acontecido na África do Sul, foi composta por Paulo Oliveira e Naldo; Bryan Ruiz, que foi substituído ao intervalo devido à falta de ritmo que ainda denota, alinhou na ala esquerda; e Teo Gutierrez fez dupla na frente de ataque com Slimani. Realço pela positiva a excelente prestação da dupla de centrais. Parece que estava errado no que a Naldo diz respeito e, ainda, mesmo tendo em conta o pouco tempo de jogo, a prestação de Bryan Ruiz, que deixou excelentes indicações. No entanto, como disse, ainda estão algumas arestas por limar, e o colombiano Teo Gutierrez está nitidamente em fase de adaptação.

No capitulo tático, realço o posicionamento de ambos os extremos da equipa leonina – sempre colocados em zonas muito interiores – e ainda a rápida reação à perda da bola, que só é possível devido à linha defensiva se encontrar bastante subida. Confesso-me bastante surpreendido com a rapidez com que a equipa já conseguiu interiorizar todos estes conhecimentos que, diga-se, não são nada fáceis de pôr em prática.

Bryan Ruiz deixou boas indicações Fonte: Facebook do Sporting
Bryan Ruiz deixou boas indicações
Fonte: Facebook do Sporting Clube de Portugal

No capítulo individual, destaque mais do que merecido para Slimani e ainda  para Jefferson. O argelino voltou a realizar uma excelente exibição coroada com um golo, após canto executado precisamente pelo brasileiro. Pela negativa, e numa altura em que tanto se fala da renovação do peruano, André Carrillo tem de fazer bastante melhor do que mostrou hoje em Alvalade.

Como sportinguista, penso que a nação verde e branca pode e deve estar bastante confiante para os difíceis desafios que o quente mês de agosto nos reserva.

Foto de capa: Facebook do Sporting Clube de Portugal

Comentários