A Futsal Champions League disputar-se-á entre os dias 13 e 18 de novembro. O Pavilhão João Rocha será o anfitreão do Grupo C que contém, além da equipa sportinguista, a formação do SL Benfica, os russos do FC Sibiryak e os croatas do NV Makarska. Os restantes jogos serão disputados na Lituânia (Grupo A), em Espanha (Grupo B), e na República Checa (Grupo D).

Apuram-se para a final four os primeiros classificados dos quatro grupos. Esta situação faz com que no grupo do Sporting, águias ou leões ficarão necessariamente pelo caminho. Esperemos que seja a equipa “da casa” a conseguir o apuramento pois terá o João Rocha ao rubro como vem sendo habitual nos jogos das várias modalidades. Além disso, a equipa técnica sportinguista conta com um plantel reforçadíssimo para esta temporada, com jogadores de enorme craveira internacional. Um dos principais jogadores da formação leonina, Pany Varela, renovou recentemente com a formação do Sporting. Isso deve dar-nos mais alento no trajeto vencedor além-fronteiras que queremos para o clube pois Varela já levantou a UEFA Futsal Cup, atual Futsal Champions League, em 2009/10 pelo SL Benfica. O atleta leonino foi peremptório ao afirmar aquando da sua renovação: “Vou continuar a defender as cores do Sporting Clube de Portugal e conto com a vossa presença para continuar a festejar títulos”.

A experiência de Pany Varela como campeão europeu deve servir para motivar os colegas
Fonte: Sporting CP

Chegou o tempo do Sporting ganhar a Europa, não se pode acanhar na eterna “portugalidade” – inscrita aliás no seu nome – escudando-se na ansiedade de ser campeão europeu de Futsal. Falta nesta equipa de Nuno Dias um título conquistado além-fronteiras que catapulte a Modalidade e o Sporting para outros voos. Pese embora a sua constante participação nas provas europeias, ainda não obteve qualquer troféu fora deste país à beira-mar plantado. Cá dentro, já sabemos que “papa tudo”, desde campeonatos, taças e tacinhas. A equipa de Futsal do Sporting já nos habituou a ganhar em todas as frentes. Mas, desculpem-me a exigência, talvez de sócio mal-habituado, este Leão tem que começar a rugir mais forte lá fora. Entenda-se desde já o que quero dizer com isso: ir à final e ganhar. Simples. Não podemos continuar a ser o clube que apregoa aos sete ventos estar sempre nas fases finais das competições europeias. Isso não basta, temos que as ganhar.

Com a outra equipa portuguesa em competição, e logo o eterno rival SL Benfica, torna-se ainda mais imperioso a vitória dos Leões nesta competição. Pois os encarnados têm já no seu palmarés o título europeu, em 2009/10. Bem sabemos que o que se passa do outro lado da segunda circular não nos diz respeito. Mas saber que eles já saborearam a conquista do principal título europeu e o nós não, deixa-me com um amargo de boca ao qual devemos dar resposta quanto antes. Como dizem os Deolinda, pois que seja agora. Sporting campeão europeu? Desta vez, ou vai ou racha.

Comentários