sporting cp cabeçalho 2

Sporting e Tondela tinham encontro marcado para o Estádio de Alvalade, para o encontro da 6.ª jornada da Liga NOS. Os Leões procuravam alcançar a sexta vitória no campeonato, frente a um adversário que nunca tinham vencido em casa.

Quanto aos onzes iniciais, Jorge Jesus mudou 4 peças que tinham atuado de início frente ao Olympiakos, na passada terça-feira: Coentrão, Alan Ruiz, Iuri Medeiros e Bas Dost foram titulares. O treinador da equipa visitante, Pepa, não fez qualquer mudança em relação ao jogo anterior – empate 2-2 frente ao Paços de Ferreira.

O jogo começou a um bom ritmo e com o Sporting a querer impor o seu controlo, como seria de prever. Só aos 11’, é que surgiu o primeiro lance de perigo para a equipa da casa e deu logo golo: Mathieu inaugurou o marcador num belo livre direto. O 1-0 ajudou o Sporting a estabilizar o seu jogo e a manter o ritmo controlador sobre o adversário. Aos 22’, Iuri Medeiros esteve perto de ampliar o resultado, mas o seu remate saiu ao lado do poste da baliza de Cláudio Ramos. O primeiro remate dos visitantes surgiu três minutos depois, embora não tenha causado dificuldades à defesa leonina. Aos 28’, a equipa de Pepa sofreu um duro revés: o defesa Ansell saiu lesionado e entrou Junior Pius para o seu lugar. O Tondela beneficiou de um livre perigoso aos 36’, contudo a bola desviou na barreira e não levou o destino desejado por Hélder Tavares. O Sporting voltou a ter uma boa oportunidade para fazer o 2-0, com o Bruno Fernandes a rematar ao poste, após um remate de Alan Ruiz e defesa incompleta do guardião visitante. A seguir, Mathieu voltou a tentar marcar de livre direto aos 43’, mas desta vez a bola não entrou na baliza do Tondela. Até ao intervalo, não se verificou qualquer mudança no marcador e o Sporting foi para o descanso a vencer pela margem mínima.

Sporting foi para o intervalo a vencer por 1-0, com grande golo de Mathieu
Sporting foi para o intervalo a vencer por 1-0, com grande golo de Mathieu

Já a segunda parte começou com o ritmo lento, sem alterações nas duas equipas e com as claques do Sporting a cantar por Cristiano Ronaldo, que se encontrava nas bancadas a assistir à partida. Mas se Jorge Jesus e Pepa não mexeram ao intervalo, depressa o fizeram na segunda parte: o técnico dos Leões trocou Alan Ruiz, que não teve uma noite inspirada, por Rodrigo Battaglia, e minutos depois colocou Gelson Martins no lugar de Iuri Medeiros; já o treinador tondelense retirou Pedro Nuno do jogo para dar entrada a Zachara.

Anúncio Publicitário

Até ao minuto 71’ o jogo quebrou ainda mais do que na primeira parte, até que apareceu o suspeito do costume: Bruno Fernandes fez jus ao Prémio de Melhor Jogador do Mês de Agosto e voltou a fazer aquilo a que já habituou os adeptos do Sporting, marcar golos com nota artística. Remate de meia distância, colocadíssimo, do número oito leonino, sem hipóteses para Cláudio Ramos. A partir daqui, o jogo ganhou alguma dinâmica e foram os Leões a assustar novamente, e mais uma vez por Bruno Fernandes, de fora de área, mas a bola saiu ao lado da baliza dos beirões. Ao minuto 83’, William Carvalho protagonizou o momento insólito do jogo: em trinta segundos, na sequência de dois cantos, o médio do Sporting atirou duas vezes aos ferros da baliza do Tondela – primeiro com remate à barra, e logo de seguida com cabeceamento ao poste. O melhor que a equipa tondelense conseguiu fazer até ao final da partida foi mesmo um cruzamento diretamente para as mãos de Rui Patrício, que não teve trabalho na noite de hoje.

Vitória por 2-0 para a equipa leonina, num jogo sem grandes dificuldades, mas com ritmo lento e poucas ideias. Sexta vitória em seis jogos para os Leões, que reforçam a primeira posição com 18 pontos, enquanto os Beirões mantêm o 13º lugar, com cinco pontos.