Anterior1 de 4Próximo

De novo no pódio! A Primeira Liga continua ao rubro nesta jornada a meio da semana e com nova alteração nos três primeiros classificados: o Sporting CP venceu hoje Os Belenenses SAD por 2-1 e regressou assim ao segundo lugar da competição, esperando o resultado do jogo do FC Porto, frente ao Aves, para saber a distância para a liderança.

Para o duelo com os “azuis dos Restelo”, Marcel Keizer fez regressar alguns dos seus melhores jogadores. A verdade é que o Belenenses SAD ocupava um honroso oitavo lugar à entrada para esta 15ª jornada, não havendo assim lugar para poupanças: nos “leões” voltaram Wendel e Nani – ambos recuperados de lesão -, e no Belenenses regressaram Muriel, Diogo Viana, Sasso, Gonçalo Silva, Zakarya, Licá e Fredy (mais de meia-equipa nova, face ao último jogo, frente ao FC Porto).

A partida começou num início de noite muito frio, mas que poderia ter ficado gelado, não fosse a má pontaria dos jogadores do Belenenses e alguma infelicidade. Início avassalador dos homens do Restelo, que ao quinto minuto já tinham três remates muito perigosos: Licá, por duas vezes, e Eduardo, sempre ao lado, ameaçaram um início tenebroso para os “leões”, à semelhança do que tem acontecido no início dos últimos jogos do Sporting.

Ao minuto oito, Acuña e Muriel fizeram levantar o estádio. Boa combinação entre Nani e o lateral argentino, com este a atirar muito forte e rasteiro para a defesa da noite do guarda-redes belenense. Reflexos apuradíssimos do guardião, que é irmão de Alison Becker, também guarda-redes, no Liverpool. A partir daqui, o Sporting pegou no jogo e, ainda que sem ocasiões reais de golo até ao minuto 30′, controlou a partida.

À meia-hora de jogo, Alvalade “gelou” de novo. Má entrega de Acuña, Fredy aproveitou, foi por ali fora, e depois de uma corrida de trinta metros rematou ao ferro da baliza defendida por Renan Ribeiro. O gelo foi removido logo de seguida: que bomba de Nani, a tabelar em Wendel e a acertar no poste da baliza belenense. Toma lá dá cá em bolas no ferro e nulo ao intervalo, com ânimos acesos e muitos nervos à flor da pele na casa do “leão”.

Na segunda parte, o Sporting voltou a entrar com o controlo da partida, mas novamente sem o materializar em ocasiões de perigo. O Belenenses defendia bem, com cinco homens no eixo defensivo, e fechava cada vez mais o espaço a um “leão” a perder criatividade. Ao minuto 57′ lá caiu a muralha: Nani deu para Diaby, à entrada da área, esperou pela subida do lateral Bruno Gaspar e assistiu-o para o primeiro golo. Ou quase. O golo foi atribuído a Sasso, na própria baliza, por desvio do jogador belenense no cruzamento de Bruno Gaspar. Aberto o marcador do jogo para o Sporting.

O golo teve o condão de abrir o jogo e de voltarmos a ver azul no ataque. Aos 60′ e 62′, Licá e Henrique, respetivamente, tentaram empatar a partida, mas os dois remates foram facilmente defendidos por Renan. Do outro lado, ao minuto 65′, Mathieu tentava voltar aos golos de livre, mas desta vez foi Muriel a defender.

Até ao minuto oitenta, o ritmo do jogo continuou baixo, com o Sporting a dominar a posse, mas mais em contenção do que em movimento ofensivo. Aliás, a entrada de Petrovic para o lugar de Wendel ao minuto 72′ demonstrou isso. Mas como quem domina se arrisca a marcar, foi isso que fez o Sporting. E que golo! Miguel Luís recebeu a bola à entrada da área e do lado esquerdo e lá foi um míssil a entrar no ângulo. Sem hipóteses para Muriel e confirmação da vitória leonina.

Miguel Luís no momento em que se prepara para marcar o segundo golo leonino
Fonte: Carlos Silva/Bola na Rede

E ainda bem que essa chegou, porque ainda antes do final da partida o Belenenses SAD preparou um final à moda de Hollywood. Estava o árbitro a mostrar a placa do tempo de compensação – de quatro minutos – quando Fredy marcou para os azuis. Bom trabalho de Licá na esquerda, meteu no coração da área e o avançado, na recarga a uma primeira grande defesa de Renan, fez o 2-1 final.

O Sporting regressa assim ao segundo lugar, ficando, provisoriamente, a dois pontos do líder FC Porto, que joga esta noite no terreno do CD Aves. Para o campeonato e em casa, os “leões” só têm vitórias, sendo que o próximo jogo em Alvalade é… contra o FC Porto. Preparem-se as pipocas.

Onzes Iniciais:

Sporting CP: Renan Ribeiro; Bruno Gaspar; Sebastian Coates; Mathieu; Acuña; Gudelj; Wendel (Petrovic, 72′); Miguel Luís; Nani (C) (Raphinha, 69′); Bas Dost e Diaby (Jovane Cabral, 87′).

Belenenses SAD: Muriel; Eduardo; Sasso; Licá; Diogo Viana; Fredy; Zacarya; André Santos (Ousmane Dramé, 82′); Gonçalo Silva (C); Lucca (Dalcio, 67′); Nuno Coelho (Henrique, 53′).

Anterior1 de 4Próximo

Comentários