“SPORTING CP PROCESSA BENFICA”. 

Foi com esta manchete escrita em letras garrafais tendo como fundo a fotografia de um Frederico Varandas com ar destemido, que o jornal oficial da actual direcção do Sporting CP, i.e., o jornal Record, brindou o universo sportinguista na edição do passado dia oito de Outubro de 2020.  

Uma capa verdadeiramente catchy que pretende levar o comum dos leitores a crer que o actual presidente leonino está empenhado num ataque cerrado ao rival do outro lado da 2.ª circular.  

Mas será que a intenção é mesmo essa? 

Anúncio Publicitário

Bom, convirá antes de mais contextualizar o “processo” em causa. Em 2013, a Justiça Desportiva considerou o Sporting CP como responsável pelo incêndio ocorrido em 2011 no estádio da Luz e, por conseguinte, condenou o clube leonino no pagamento de 360 mil euros pelos danos causados. Uma justiça que foi rápida em condenar o Sporting CP perante um rival que é useiro e vezeiro em actos de vandalismo e violência (basta recordar o que aconteceu em Guimarães poucos anos depois).  

Em 2015, o Sporting CP, já em plena “era Bruno de Carvalho” instaurou contra o SL Benfica uma acção cível junto do Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa por entender que não deveria ser responsável pelo pagamento da totalidade dos prejuízos causados pelo incêndioA 1.ª instância considerou a acção improcedente, porém, já em instâncias de recurso, o Supremo Tribunal de Justiça decidiu remeter o processo à 1.ª instância para repetir o julgamento e reapreciar os factos em causa na acção. 

Quem, de facto, avançou com a acção foi a Direcção liderada pelo antigo Presidente Bruno de Carvalho.  

Assim, a “notícia” de que o Sporting CP processou o SL Benfica peca por estar atrasada cerca de cinco anos e ofusca outros temas que deveriam estar na ordem do dia como o balanço do mercado de transferências do Sporting CP. Ou acham que o facto de esta manchete explosiva aparecer logo a seguir ao fecho da janela de transferência é produto do acaso?

Por outro lado, parece óbvio que há uma intenção da actual Direcção em manter vivos os ódios e as desconfianças da generalidade dos adeptos perante as claques leoninas, “tirando da gaveta” condutas menos correctas que as mesmas tiveram há quase dez anos; enquanto vão sendo instauradas acções para expulsá-las das respectivas sedes. Tudo isto é feito na senda do que tem vindo a ser a estratégia adotada pela Direcção de “dividir para reinar”.

Frederico Varandas processou o SL Benfica, num caso que remonta à resposta não obtida face ao incêndio ocorrido em Alvalade, datado de 2011
Fonte: Candidatura de Frederico Varandas

A verdadeira luta de Varandas é contra as claques que apelidou de “escumalha” e “brunistas”, sabendo que esta hostilidade sem precedentes dentro do Clube lhe dará os votos dos sócios “da central”, mais conservadores e sempre desconfiados ou pelo menos incomodados com a existência de claques.  

Por isso, o actual Presidente do Sporting CP não tem qualquer interesse em atacar o clube rival. De outra sorte, o Sporting CP liderado por Varandas e pela sua entourage nunca teria deixado de interpor recurso da decisão judicial de não submeter a SAD do SL Benfica a julgamento pelos 30 crimes de que foi acusada no processo criminal “E-toupeira”.  Teria igualmente apresentado uma acção contra o SL Benfica pelo caso do Bruma. Atitudes incompreensíveis que ainda hoje estão por explicar.  

Mais, um presidente do Sporting CP genuinamente interessado em defender os interesses dos seus sócios e adeptos teria tido um papel mais interventivo aquando do caso das agressões sofridas pelos dois adeptos sportinguistas por um magote de membros de um suposto grupo organizado de adeptos do rival, há não muito tempo 

Hoje sabemos que o assassino que matou de forma reles e cobarde o sportinguista Marco Ficini foi condenado a apenas quatro de prisão pela prática “homicídio por negligência consciente”. Alguma vez vimos Varandas pronunciar-se com firmeza sobre este crime hediondo que deveria envergonhar um país inteiro e os nossos “notáveis” políticos não perderam tempo em indignar-se com Alcochete? 

E quando é que veremos Varandas, o homem que dizia saber tudo o que estava por trás da época 2015/2016, a falar sobre o que realmente sabe? 

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome