O campeonato ainda vai numa fase muito precoce, é verdade, mas já é possível começar a avaliar o desempenho da equipa do Sporting CP. Ora, na presente data, os leões já jogaram 6 partidas tendo vencido cinco e empatado umaO Sporting CP acabou a noite do passado domingo na liderança do campeonato (ainda que à condição), algo que não acontecia há muito tempo. Para tal, venceu o Tondela, protagonizando um grande jogo no qual, finalmente, os leões mostraram um futebol de domínio, de ataque, de pressão constante. Foi praticado um futebol entusiasmante que se aliou à vitória! 

Apesar de nem sempre ter jogado um futebol de excelência, o clube de Alvalade tem feito um ótimo início de campanha e, acima de tudo, tem superado as baixas expectativas que os adeptos tinham sobre esta equipa. Voltámos a sentir o sabor da esperança, voltámos a festejar golos com o entusiasmo de estar nos lugares cimeiros e na luta por algo. Muito provavelmente não iremos ser campeões, mas o sentimento de estar na luta já traz emoções que o clube devia proporcionar mais aos adeptos. Confesso que já não festejava tanto os golos do Sporting CP como festejei na reviravolta contra o Gil Vicente FC há algum tempo e isso diz muito do que Rúben Amorim está a conseguir fazer. O jovem treinador português não tem uma equipa que se compare à dos outros grandes, mas tem uma equipa cheia de potencial, garra e irreverência que consegue transmitir emoções para os adeptos.

Rúben Amorim tem feito um bom trabalho neste início de época, sendo presenteado com um primeiro lugar (ainda que à condição)
Fonte: Bola na Rede

É óbvio que existem e existiram erros, mas também podemos comprovar que o treinador dos leões tem aprendido com os mesmos: analisemos, por exemplo, o caso de Jovane a avançado e a entrada de Sporar para o onze inicial. É certo que houve o desastre europeu mas, se calhar, em termos desportivos, sair da Europa foi positivo para a campanha nacional na medida em que há mais tempo para trabalhar a equipa, até porque o plantel leonino é curto em várias posições. Claro que preferia estar na Liga Europa, mas se atentarmos nos pontos positivos percebemos que jogar de semana a semana tem sido positivo para a equipa liderada por Rúben Amorim. Observemos as estatísticas à sexta jornada: 

16 pontos em 18 possíveis; 

Anúncio Publicitário

– 15 golos marcados e apenas 4 sofridos; 

Melhor ataque (à condição) e terceira melhor defesa da liga; 

Tudo isto com um plantel com muito menos valor que o dos rivais e, simultaneamente, valorizando os jovens da academia de Alcochete. Tem sido desenvolvido um bom trabalho, os jogadores que entraram acrescentam algo à equipa e o Sporting CP está a ter um ano zero que pode resultar num ano muito mais positivo do que a maior parte de nós, sócios e adeptos, esperávamos.  

Há que ter calma nas expectativas que temos. Contudo, é importante ter, também, consciência que se deve continuar a trabalhar assim no futebol. Quero acabar com uma frase do treinador do Tondela FC, Pako Ayestarán, sobre Rúben Amorim e a sua equipa: “Dá gosto ver este Sporting jogar”. Sinto exatamente o mesmo e penso que todos devem estar orgulhosos deste bom início de campeonato.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome