sporting cp cabeçalho 2

O Sporting Clube de Portugal é o clube com mais internacionais, com cinco atletas na seleção “A”, Rui Patrício, Beto, William Carvalho, Adrien Silva e Gelson Martins. A participar no Euro Sub-21, estão ainda os jovens leões Tobias Figueiredo, Francisco Geraldes, Daniel Podence e Iuri Medeiros.

Além destes internacionais, vale a pena recordar a importância da Academia de Alcochete na seleção portuguesa: entre os “A’s” contam-se 11 jogadores formados no Sporting entre os 23 eleitos. Nos comandados de Rui Jorge, a “cantera” de Alvalade tem também um peso significativo, fornecendo sete atletas.

A seleção de Sub-21 iniciou este Euro da melhor forma, com uma vitória por 2-0, diante a Sérvia. Daniel Podence foi um dos destaques entre os jovens portugueses, com uma assistência para o primeiro golo português, tendo sido titular na partida. Na segunda parte, Rui Jorge lançou mais um jovem leão no jogo, com a entrada de Iuri Medeiros. No banco ficaram os sportinguistas Francisco Geraldes e Tobias Figueiredo.

Podence, aqui frente à Espanha, fez uma assistência para golo frente aos sérvios Fonte: Seleções de Portugal
Podence, aqui frente à Espanha, fez uma assistência para golo frente aos sérvios
Fonte: Seleções de Portugal
Na segunda jornada da fase de grupos, Portugal acabaria por perder com a Espanha, por 3-1. Um grande golo de Bruma foi insuficiente para impedir a vitória dos espanhóis, pondo fim a uma série de 31 jogos sem perder dos sub-21 portugueses. Nesta partida, Daniel Podence foi titular e foi uma das melhores unidades de Portugal até que aos 57 minutos, deu lugar a Bruma. Por sua vez, Tobias Figueiredo, Iuri Medeiros e Francisco Geraldes não foram opções de Rui Jorge neste embate.
Com este resultado, a Espanha garantiu o primeiro lugar no grupo e a passagem às meias-finais. Recorde-se que, para as meias-finais seguem os primeiros classificados de cada grupo e o melhor segundo classificado. Por isso, os sub-21 portugueses têm necessariamente de vencer a Macedónia, se possível com números expressivos para poder sonhar com a passagem à meia-final deste Euro.

A seleção “A” não teve a mesma sorte, colocou-se em vantagem por duas vezes, mas estreou-se com um empate a dois golos com o México, na primeira jornada da fase grupos da Taça das Confederações. Neste embate, William Carvalho e Rui Patrício foram titulares e alinharam os 90 minutos. Do banco foram ainda lançados o capitão leonino Adrien Silva e o talento de Gelson Martins. O habitual suplente de Rui Patrício, Beto Pimparel, não saiu do banco frente aos aztecas. Entre os sportinguistas que foram a jogo, Gelson Martins foi o que mais brilhou tendo estado ligado ao segundo golo português na partida e dispondo ainda de mais uma oportunidade de golo.

Na segunda jornada, Portugal defrontou a Rússia e venceu por 1-0. No onze português, alinharam os leões Rui Patrício, Adrien Silva e William Carvalho, rubricando boas exibições. Gelson Martins acabaria por entrar no decorrer da segunda parte, tendo estado a bom nível.  Com esta vitória, Portugal fica a um passo da meia-final da Taça das Confederações, onde provavelmente irá encontrar ou o Chile ou a Alemanha, o bicampeão da Copa América e a campeã do mundo.

Foto de Capa: Seleções de Portugal

Comentários