Imberbe. Que ou aquele que ainda não tem barba. Que ou aquele que é novo e não tem grande conhecimento ou experiência. É, por ora, válido afirmar que o jovem Tiago Tomás é um imberbe, mas que, ainda assim, tem mostrado o porquê de ser um dos jogadores mais utilizados por Rúben Amorim, mesmo tendo Sporar e mais recentemente Paulinho como seus concorrentes.

No meio ou mais descaído para a direita, o avançado de apenas 18 anos ainda não demonstrou a veia goleadora evidenciada nas camadas jovens do Sporting CP. No entanto, já deixou a sua marca: os dois golos que marcou no campeonato foram decisivos nas vitórias frente a Gil Vicente e BSAD, com este último ao alcance de poucos, para além dos tentos ao Aberdeen e LASK Linz. Pelo meio, um belo golo frente ao surpreendente FC Paços de Ferreira na Taça de Portugal.

Falando em números absolutos, já leva 27 jogos pela equipa principal na presente época, 17 desses na condição de titular, o que perfaz um total de 1521 minutos em campo. Marcou cinco golos, sendo quatro enquanto titular e apenas um como suplente utilizado, além de três assistências. Tem uma participação em golo sensivelmente a cada dois jogos. Nada mau, se considerarmos que não é titular absoluto e que tem apenas alguns meses de carreira a nível profissional.

A sua evoluída capacidade física, aliada à velocidade, fazem do número 19 leonino um jogador fundamental no processo ofensivo da equipa – o jovem é o segundo jogador na Europa que mais sofre faltas no último terço, ficando apenas atrás de Neymar e à frente de jogadores virtuosos como Jack Grealish ou Hirving Lozano. Um verdadeiro íman, que consegue atrair o jogo faltoso do adversário. No dérbi frente ao SL Benfica, sofreu cinco faltas, sendo duas em zona perigosa.

Anúncio Publicitário
Tiago Tomás é o avançado mais versátil do plantel leonino
Fonte: Carlos Silva/Bola na Rede

O jovem leão é um avançado versátil, conseguindo jogar em todas as posições do ataque, para além de recuar no terreno para procurar o jogo, o que acaba por originar faltas a favor do Sporting CP. É claro que o que se pede a um avançado são, principalmente, golos. Até pela tenra idade, os golos começarão a surgir, naturalmente, com maior frequência. Há que ter em conta que a temporada passada foi a sua estreia nos juniores, jogando apenas seis vezes pelos sub-23.

Recentemente, falou-se de um suposto interesse do Arsenal. Seria um erro para o Sporting CP vender Tiago Tomás tão cedo, dado que, muito embora não seja um fenómeno como Nuno Mendes – que à partida será um dos melhores do mundo na sua posição daqui a alguns anos – o avançado leonino tem potencial para uma carreira de sucesso de leão ao peito e terá muito tempo para experimentar novos campeonatos que sejam mais exigentes. É importante não tentar dar um passo maior que a perna e o jogador, tal como a estrutura, estarão cientes disso.

Com a lesão contraída por Paulinho nesta semana, e mesmo que já jogasse com certa frequência, surge mais uma boa oportunidade para o jovem assumir a batuta no centro do ataque e voltar a marcar golos – não marca desde o final de dezembro, frente à BSAD. É certo que se trata de um jogador que oferece mais do que golos, mas um avançado alimenta-se deles.

Ainda assim, e tratando-se de um jogador ainda com idade de júnior, é já um jogador importante do líder destacado do campeonato e Rúben Amorim não abdica dele. Por algum motivo será…

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome