Anterior1 de 4Próximo

Cabeçalho modalidadesDepois da vitória do Dinamo sobre o Eto Gyor por 5-1 o Sporting entrou em campo sabendo que tinha de vencer por 12 golos de diferença ao Targu Mures para passar para primeiro do grupo.

O jogo começou bem com um golo logo ao início de Marcão à entrada do meio campo ofensivo, num grande golo do guarda redes leonino. Perante mais de 2000 pessoas o Sporting foi rei e senhor do jogo e dominou sempre, mas teve dificuldades na finalização, muito graças a Miguel Molina, guarda redes da equipa romena. O resultado de 3-0 ao intervalo era pouco para o que o Sporting tinha feito, mas um prémio merecido para Miguel Molina.

Fonte: Gonçalo Nunes/ Número F
Fonte: Gonçalo Nunes/ Número F

A segunda parte começou com um golo de Varela, o 4-0 na altura. A partir daí o Sporting avolumou o resultado chegando aos 12-0 que precisava para passar para a frente do grupo, mas a 7 minutos do final Stoica marcou para os romenos.

O resultado menos favorável para o Sporting durou muito pouco, Fortino fez o 13-1 e devolveu os 12 golos de vantagem necessários, os golos continuaram a acontecer até ao 16-1 final, na maior vitória da Uefa Futsal Cup deste ano.

Com este resultado o Sporting apenas precisa de um empate para passar à Final 4 da competição e tentar mais uma vez a conquista do único troféu que lhe falta.

Anterior1 de 4Próximo

Comentários